X

Queima do oxigênio por aquecedores elétricos e condicionadores de ar?

A propósito de uma “bombástica” entrevista veiculada pela RBS – https://soundcloud.com/radiogaucha/major-jeferson-ecco-comandante-dos-bombeiros-em-porto-alegre – foram enviados dois questionamentos ao Pergunte ao CREF:

1 – Aos 2min25s da entrevista o major do Corpo de Bombeiros, referindo-se às ESTUFAS ELÉTRICAS, afirma categoricamente que elas consomem oxigênio. Mais adiante na mesma entrevista o major reitera diversas vezes que os “aquecedores elétricos queimam oxigênio”, “tudo que aquece o ambiente queima oxigênio”. Aos 8min10s o major afirma que os aparelhos condicionadores de ar, sendo utilizados como aquecedores, consomem oxigênio e logo a seguir alerta para o perigo da queima do oxigênio por estufas elétricas aquecendo os banheiros.  Aí vem a minha pergunta, os aparelhos elétricos como estufas e condicionadores de ar de fato consomem o oxigênio mesmo?

2 – Gostaria de saber quais tipos de aquecedores consomem ou diminuem a concentração de oxigênio? Existe uma polêmica muito grande sobre isso. Em minha opinião aquecedores de resistência elétrica (efeito Joule) não consomem e nem influem na concentração de oxigênio ! Alguém discorda?

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

Primeiramente é importante esclarecer o que significa “consumir oxigênio”. Quando há combustão de gases em chamas de aquecedores ocorre uma reação química do oxigênio com o combustível, resultando na produção de outros gases tais como dióxido de carbono, monóxido de carbono, … . Portanto é relevante notar que o oxigênio desaparece como gás mas em compensação aparecem outros gases que antes não existiam e que em suas moléculas contem átomos de oxigênio.

O processo de combustão ou de um gás, ou de um líquido (às vezes pessoas queimam álcool para aquecer) ou de um sólido (carvão é também utilizado em braseiros com o objetivo de aquecimento) envolve a reação do oxigênio do ar com tais combustíveis gerando calor e indesejavelmente lançando no ambiente outros gases. O monóxido de carbono, resultante da combustão parcial de combustíveis, é um gás muito perigoso por ser inodoro e tóxico, que ao ser inalado forma ligações muito estáveis com a hemoglobina do sangue, impedindo a oxigenação. Em proporção igual ou superior a 100 ppm (partes por milhão) no ar respirado já pode colocar em risco a vida humana. Há muitos casos aqui no RS de morte por intoxicação causada por queimas de variados combustíveis em ambientes fechados.

Desta forma para haver “consumo de oxigênio” NÃO BASTA O AQUECIMENTO DO AR. O ar pode ser aquecido por processos físicos que não alteram a sua composição química. É o que acontece em aquecedores elétricos tipo estufas que recebendo energia elétrica a transformam, graças ao efeito Joule, em energia térmica. Os aparelhos condicionadores de ar também geram aquecimento a partir de energia elétrica sem que ocorra combustão, sem alteração da quantidade de oxigênio presente no ar e sem lançamento no ambiente de gases indesejáveis. 

Finalmente, se fosse verdade que “tudo que aquece queima oxigênio” (palavras textuais do major) estaríamos mortos no verão quando a temperatura da atmosfera é superior às temperaturas do ar em um ambiente aquecido por estufas e/ou aparelhos condicionadores de ar no inverno.

“Docendo discimus.” (Sêneca)

Visualizações entre 27 de maio de 2013 e novembro de 2017: 3851.


11 comentários em “Queima do oxigênio por aquecedores elétricos e condicionadores de ar?

  1. Derek disse:

    Experimente se fechar num banheiro com um aquecedor elétrico ligado na potência máxima. Depois de 10 minutos tire suas próprias conclusões. Os aquecedores elétricos por resistência queimam sim oxigênio, digo de experiência própria. Comprei um com este propósito (banho em dias frios) e agora estou trocando por um cerâmico. Minha dúvida é se os halogenos também queimam oxigênio.

    • Fernando Lang disse:

      Queimar oxigênio significa produzir uma reação química de oxidação de alguma substância. Nada há para ser oxidado em um aquecedor elétrico! Portanto estás redondamente enganado.

    • Arthur disse:

      Realmente, como o professor respondeu, apenas reações químicas de combustão vão “queimar” oxigênio (atuando como comburente na reação). Uma resistência elétrica esquenta, e esquenta o ambiente a sua volta, consumindo energia, nada além disso. O máximo que você pode sentir nesse caso, é desconforto pelo excesso de temperatura, mas não vai morrer por falta de ar (aliás, a única coisa “queimando” oxigênio nesse exemplo é seu próprio organismo).

  2. Gentil José Ferreira disse:

    Concordo que nao queima mas eu reparei que muito tempo ligado o ar fica seco e vc fica com a garganta e o nariz seco isso porque eu coloco uma bacia de agua e muitos pano molhado em 2 horas os pano seco e a bacia a agua diminoiu um pouquinho o ambiente tem que ter ventilacao.um quarto todo fechado nao é bom isso falo por experiencia

  3. Rogerio Trindade disse:

    Prezados, vale acrescentar o comentário abaixo.
    “Aquecer demais o lugar pode levar à queda de oxigenação. Isso faz baixar a pressão sanguínea, o que leva à vasodilatação, ao desmaio e ao vômito. Se a pessoa tem problemas respiratórios ou cardíacos, a situação pode ser agravada”, explica o Dr. Gazzana, que é chefe do serviço de Pneumologia e Cirurgia Torácica do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), e membro da Comissão de Circulação Pulmonar da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

  4. GUSTAVO JULIANO TREIS disse:

    Pretendo comprar uma lareira ecológica (aquelas que produzem calor através da queima do etanol). Tem algumas reportagens que afirmam que elas podem ser utilizadas em ambientes fechados, pois não há queima de oxigênio. Mas acredito que isto não seja verdade. Para pegar fogo e mante-lo acesso há queima de oxigênio sim. Correto?

  5. Mirella disse:

    Sou totalmente leiga nesse assunto. Por isso gostaria de tirar uma dúvida. Eu tenho uma lareira elétrica, que levo para qualquer lugar. Essas lareiras também consomem oxigênio? Elas liberam algo nocivo à saúde?

Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *