X

Pôr do sol: dúvida sobre a cor do céu acima do observador.

Por que ao observar o pôr do sol, o céu visto à distância na direção em que sol se encontra é avermelhado, mas o céu acima da cabeça está todo azul claro. O espalhamente de Rayleigh não deveria provocar um céu todo avermelhado já que a luz percorre uma distância ainda maior até chegar acima da cabeça de um possível observador?

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

O tom avermelhado da luz no poente ou nascente do Sol se deve à parte da radiação transmitida  através da atmosfera até os olhos do observador. A luz transmitida tem menos azul devido ao referido espalhamento de Rayleigh, tomando então o tom mais avermelhado. Vide Espalhamento de Rayleigh: por que somente os comprimentos de onda menores?

A luz que vem de cima do observador, das partes altas do céu sobre sua cabeça, somente pode ser luz solar espalhada. Ainda que a luz que lá chegue tenha menos azul, é o azul que será preferencialmente espalhado. Para que observemos a luz avermelhada que chega nas partes altas, temos que ter partículas que a espalhe e isto pode acontecer nas nuvens, particulados de água liquida ou sólida (vide Nuvens). As partículas de água são enormes se comparadas com as moléculas de ar, por isso capazes de espalhar toda a luz, quase sem preferência para as frequências mais altas. Outros particulados no ar, decorrente da poluição atmosférica, também são capazes de espalhamento de toda a luz.

Na foto 1 vê-se um belíssimo pôr do sol em Porto Alegre. Nuvens sobre a minha cabeça faziam espalhamento da luz amarela avermelhada e sobre elas avista-se o céu espalhando azul. No momento da foto o Sol já estava no poente e era capaz de iluminar as nuvens por baixo.

“Docendo discimus.” (Sêneca)

 


Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *