X

Outra vez o teimoso sonho de um motor magnético com ímãs exclusivamente

Se tivermos um eixo com vários imãs em roda com o mesmo polo e outro com um furo interno e nele acoplados alguns imãs em roda dele de maneira que se repele ao eixo, e nisso colocássemos esse eixo no centro do furo interno.É possível só com os imãs ou dando um impulso no eixo, ele consiga gerar uma rotação pela repulsão magnética gerada, por um determinado tempo?

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

Não importando quantos sejam os ímãs e qual seja a disposição geométrica dos ímãs ou super ímãs (imãs de neodímio-ferro-boro) É IMPOSSÍVEL manter a propulsão da geringonça ao longo de todo um ciclo – de toda a sucessão de deslocamentos do rotor e/ou dos ímãs que conduzem a configuração inicial –  caso a “máquina maravilhosa” dependa exclusivamente de ímãs.

A web prolifera projetos de tais “máquinas maravilhosas” que recebem o nome de máquinas de “free energy” (energia gratuita) e apresenta vídeos que as mostram funcionando. “Free energy” é um eufemismo atual para disfarçar o velho sonho dos MOTOS CONTÍNUOS ou PERPÉTUOS que inspiram a humanidade desde tempos remotos. Os vídeos são grandes fraudes ou empulhações!

No CREF há muitas questões que tratam desse recorrente sonho (ou pesadelo) dos motores magnéticos. Sugiro começar na postagem abaixo indicada e de lá seguir para outras:

ALGUNS SONHOS SÃO APENAS DELÍRIOS PARA QUEM SABE UM POUCO DE FÍSICA! – Outra vez o motor magnético de Perendev

Vide também Depois de muitos meses de tentativa, um construtor de um “maravilhoso” motor magnético comunica que …

“Docendo discimus.” (Sêneca)

 

Acessos entre 27 de maio de 2013 e novembro de 2017: 786.


Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *