X

O sistema solar é um vórtice? O que me ensinaram é uma física ilusória.

Olá Professor.
Durante todo o meu ensino médio e até o momento no meu primeiro ano de faculdade, tenho visto o modelo do sistema solar em formato 2D, com os planetas descrevendo uma trajetória circular em torno do sol, no entanto, depois de assistir um vídeo no youtube: Nosso sistema solar é um vórtice – Modelo Helicoidal.
Percebi que este conceito parece tão errado quanto o de Terra Plana.
É realmente assim que nosso sistema solar funciona? Um vórtex?
Porquê se for assim, me parece que o movimento da lua em torno da Terra também é um vortex Isso modificaria a minha ideia de aceleração centrípeta (que observando agora, também era em 2D) com dois vetores independentes, um direcionando o corpo verticalmente e outro horizontalmente.
Poderia me ajudar com informações sobre isso? Cada vez mais me parece que nos ensinaram sempre uma física ‘ilusória’ do mundo.
Desde já, agradeço pela atenção. Atenciosamente
Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

Quem estuda um pouco de cinemática sabe que a aparência de um movimento depende do sistema da referência utilizado. Caso adotemos o Sol como sistema de referência o movimento planetário será descrito por elipses (circunferências são boas aproximações para muitas dessas órbitas mas não para todas) com o Sol em um dos focos. Mesmo neste sistema de referência o modelo não é rigorosamente em duas dimensões pois os planos da órbitas planetárias são diferentes.

A animação no vídeo apresenta  o sistema solar se trasladando e portanto o sistema de referência não está mais no Sol. Assim, neste sistema de referência o movimento dos planetas continuam como circunferências centradas no Sol e estas se trasladam, resultando em um movimento helicoidal para cada planeta ou objeto em órbita. Vórtices acontecem em meios contínuos, fluidos, o que não é o caso do sistema solar constituído por corpos sólidos de dimensões desprezíveis frente as distâncias que os separam, interagindo gravitacionalmente. Faz parte da nossa experiência cotidiana a ocorrência de vórtices em ralos de pia e outros escoadouros de água.

Como a translação do Sol se dá com velocidade constante, a dinâmica do movimento planetário continua sendo exatamente a mesma que quando usamos o Sol como sistema de referência pois cada órbita planetária decorre da força gravitacional que o Sol exerce sobre o corpo. Então a afirmação aos 2min15s do vídeo de que o “movimento circular e o movimento helicoidal são duas coisas completamente diferentes” é correta do ponto de vista cinemático mas não do ponto de vista dinâmico pois a força exercida em cada corpo é a mesma, não muda, quando passamos de um sistema de referência no Sol para um sistema de referência no qual o Sol se encontra em translação. O vídeo é no mínimo malicioso, sugerindo aos incautos que esta representação do sistema solar com o Sol em movimento de translação é a única correta, seguindo com afirmações estapafúrdias e espalhafatosas do tipo “a vida é um vórtice, não apenas uma rotação“(aos 2min35s).

Então aquilo que aprendeste sobre o sistema solar está correto dentro dos limites de validade do modelo utilizado que coloca o sistema de referência no Sol e considera que as órbitas planetárias são aproximadamente circunferências ou elipses.

Ilusão é admitir a partir de um único um videozinho espalhafatoso do YT que a física que aprendeste está em xeque. E esta não poderia ser a atitude de um estudante de física. Quando vires algum videozinho sensacionalista no YT, busca referências que o corroborem ou o refutem antes de imaginar que encontraste um indício de inverdade no que já aprendeste.

Especificamente sobre o vídeo espalhafatoso vide O DJ e seu engano astronômico.

Aqui uma boa referência para interessados em Astronomia e Astrofísica: http://astro.if.ufrgs.br/.

“Docendo discimus.” (Sêneca)


Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *