X

Massa versus peso em balanças

Professor, quando subimos em uma balança e lemos que pesamos 70Kg esse valor é a massa ou o peso? Se for o peso a unidade está errada, pois deveria estar grifado Kgf ou Newton. Se for massa, deveríamos multiplicar por 9,81 m/s2 que é o valor da gravida(embora ela varie dependendo da latitude e atitude que estejamos).

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

Quando subimos em uma balança e ela indica 70 kg devemos interpretar tal informação como sendo a nossa massa. Entretanto se a balança é digital (idem para as antigas balanças de banheiro que funcionavam com molas) de fato ela está medindo força em seus sensores de carga e rigorosamente deveríamos denominar tais aparelhos como dinamômetros, cujo significado é “medidores de força”.

Mesmo que o instrumento meça força (o peso neste caso), sempre é possível apresentar esta mensuração com unidade de massa pois esta pode ser calculada a partir do peso, bastando dividir o peso pela aceleração da gravidade.

Na tua referência sobre a aceleração da gravidade ser dependente da latitude e da altitude apontas um problema para dinamômetros muito sensíveis, utilizados para se inferir sobre a massa de algum objeto com grande precisão a partir do seu peso. Como os dinamômetros medem força (peso), o mesmo valor de peso em lugares diferentes  em latitude e altitude está associado com massas diferentes. Entretanto tal não é relevante para as balanças que utilizamos em nosso cotidiano já que elas possuem muitas outras fontes de imprecisão e a aceleração da gravidade varia em menos de 1% nas diferentes latitudes e longitudes na superfície da Terra.

Mesmo durante toda a queda de mais  de 30 km do Felix Baumgartner em seu salto recorde da estratosfera, a aceleração da gravidade varia em cerca de 1% conforme demonstro em ResearchGate.

Postagens do CREF sobre balanças e medidas de massa:

Balança que viola a Segunda Condição de Equilíbrio?

Explicação simples para a Balança de Roberval

Medindo a massa de um astronauta!

Postagens do CREF sobre acelaração da gravidade e peso:

Por que PESO não deve ser tomado como sinônimo de FORÇA GRAVITACIONAL?

Diferença na aceleração da gravidade do polo para o equador

“Docendo discimus.” (Sêneca)

 

Acessos entre 27 de maio de 2013 e novembro de 2017: 1597.


Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *