X

Luz da Lua na mítica Terra Plana e no mundo real

Professor Lang, não sei se você sabe, mas Terra-chatos andam dizendo que não só a lua tem luz própria, mas também que uma evidência disso é que a luz da lua esfria o que fica exposto à ela. Como a lua reflete a luz do sol? A luz da lua tem as mesmas ondas que a do sol? O que dizer dos vídeos Terra-chatos em qua a luz da lua parece esfriar o que está exposto à ela e por que isso acontece? Agradeço desde já.

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

A Lua, no mundo mítico da Terra Plana (TP), assim como o Sol se constituem em evidentes refutações desta concepção que, remontando à Idade do Bronze, foi retomada por religiosos fundamentalistas no século XIX e mais recentemente vige entre analfabetos científicos em redes sociais da internet.

terra_plana

Segundo tal concepção a Lua e o Sol são luminares que orbitam sobre a TP em órbitas paralelas ao mítico mundo em forma de disco. O centro da TP é o polo norte e o polo sul não existe pois a Antártida é a borda gelada do mundo medíocre e chato onde os terraplanistas imaginam viver governados por pastores fundamentalistas, cobertos pelo Domo da Ignorância.

Sobre os delírios terraplanistas a respeito da Antártica vide Antártica na Terra Plana: muralha de gelo e domo? e especialmente o exercício de dissociação cognitiva e descarada mentira de um “evangelista” em Domo na Antártica é real e há diversos!

O Sol e a Lua possuem apenas algumas dezenas de quilômetros de diâmetro e ambos, por serem os luminares da TP, possuem luz própria. Para a distância que ambos os luminares se encontram do mundo chato não há consenso conforme explicitado em   Distância ao Sol na mítica Terra Plana: a razão de as diversas estimativas serem conflitantes!  e  Mais um exercício terraplanista de dissociação cognitiva na determinação da distância Terra-Sol.

A maior parte dos argumentos dos terra-chatos atuais repetem as mesmas bobagens já encontradas no livro de Samuel Rowbotham (1865), intitulado Astronomia Zeetética: a Terra não é um globo. Para bem de explicar o impossível eclipse da Lua no mundo chato, o aloprado Rowbotham teve que imaginar um terceiro corpo em órbita sobre a TP. Este terceiro corpo é tenebroso (escuro e sem luz) e de vez em quando passa em frente a Lua a ocultando dos analfabetos científicos que a observam. A única evidência sobre tal corpo tenebroso é o eclipse da Lua pois o eclipse do Sol acontece quando a Lua passa na frente dele.

Como a Lua tem luz própria, Rowbotham argumenta que sua luz tem qualidades diferentes da luz solar:

A luz da Lua é úmida, fria e poderosamente séptica. Substâncias animal, vegetal e nitrogenadas expostas a ela mostram sintomas de putrefação. Mesmo criaturas vivas por longas exposições aos raios da lua, se tornam morbidamente afetadas. É uma coisa comum em veleiros indo a regiões tropicais, através anúncios escritos ou impressas, proibindo pessoas de dormirem no convés expostas à luz da lua cheia, tendo experiências comprovadas de que tal exposição é frequentemente acompanhada de consequências prejudiciais. (…) Um termômetro na luz do sol fica mais alto do que um termômetro similar colocado na sombra. Na lua cheia, um termômetro permanece mais baixo do que um instrumento similar na sombra. (…)  A neve derrete mais rápido na luz do sol do que na sombra, mas a neve derrete mais rápida na sombra do que à luz da lua.

A concepção de que alguma luz seja fria é um total disparate pois, como é bem sabido, qualquer radiação eletromagnética, não importando em qual fonte seja originada, transporta energia. Entretanto os efeitos térmicos da radiação sobre a matéria podem ser percebidos facilmente quando a luz absorvida pela matéria transferir-lhe uma quantidade de energia suficientemente grande, produzindo elevações na temperatura passíveis de serem medidas. É o caso por exemplo da absorção da luz solar em corpos a ela expostos.

A luz proveniente da Lua é luz solar parcialmente refletida de forma difusa. O albedo (este é o termo técnico para a radiação solar refletida por qualquer corpo celeste) médio da superfície Lua não ultrapassa 13% da luz solar que sobre ela incide (vide mais em albedo_lunar).

A iluminação de uma lua cheia elevada no céu limpo é aproximadamente 0,3 lux enquanto que o Sol nas mesmas condições produz uma iluminação de 130.000 lux (vide mais sobre tema em  stjarnhimlen). Portanto a iluminação produzida pela Lua na fase cheia representa em ordem de grandeza cerca de um milionésimo da iluminação do Sol. Daí é fácil imaginar que os efeitos térmicos sobre corpos banhados pelo luar são desprezíveis frente aos mesmos efeitos sob a radiação solar direta.

Postagens sobre a Lua: Lua.

Outras postagens relacionadas à Terra Plana: Mítica Terra Plana.

Vide a palestra realizada na UNISNOS em 31/05/2017: Sobre a forma da Terra.

Vide a palestra realizada no IF-UFRGS em agosto de 2017: Sobre a forma da Terra.

Vide o artigo na revista Física na Escola Sobre a forma da Terra.

“Docendo discimus.” (Sêneca)

Visualizações entre 27 de maio de 2013 e novembro de 2017: 1098.


11 comentários em “Luz da Lua na mítica Terra Plana e no mundo real

  1. Priscila Santos disse:

    Por que as respostas sobre dúvidas terraplanistas vêm com tantas palavras ofensivas? Se é tão científico que a Terra é um globo, use dados científicos para refutar a teoria do terraplanismo, e não deboche atrás de deboche. Isso não é adulto.

    • Fernando Lang disse:

      Denominar terraplanistas de analfabetos científicos, fideístas reacionários, aloprados, …, são meras descrições de características evidentes em quem imagina viver em um mundo chato, coberto pelo Domo da Ignorância, e que hipocritamente usam toda a tecnologia que somente funciona em um mundo esférico.

  2. José disse:

    “A iluminação de uma lua cheia elevada no céu limpo é aproximadamente 0,3 lux enquanto que o Sol nas mesmas condições produz uma iluminação de 130.000 lux (vide mais sobre tema em stjarnhimlen). Portanto a iluminação produzida pela Lua na fase cheia representa em ordem de grandeza cerca de um milionésimo da iluminação do Sol. Daí é fácil imaginar que os efeitos térmicos sobre corpos banhados pelo luar são desprezíveis frente aos mesmos efeitos sob a radiação solar direta”

    Isso não respondeu a pergunta: “O que dizer dos vídeos Terra-chatos em qua a luz da lua parece esfriar o que está exposto à ela e por que isso acontece?”

    Uma vez que a variação de temperatura medida em noites de lua cheia é bem elevada. Vide este experimento no vídeo: XXXXX – OBSERVAÇÃO: o vídeo aqui relacionado, além de ser uma bobagem de terra-chatos, não permite comentários (como é o usual nos vídeos de DESINFORMAÇÃO) e, portanto, foi suprimido do questionamento.

    Sem mais

    • Fernando Lang disse:

      O vídeo é pura desinformação pois as medidas realizadas com um termômetro de infravermelho nas condições do vídeo são problemáticas pelas razões discutidas em Termômetro infravermelho.

      Fica aqui um alerta de que vídeos que não permitem comentários, como é a totalidade dos vídeos naquele canal de DESINFORMAÇÃO TP, serão sempre eliminados dos comentários.

    • Cesar Grossmann disse:

      Coloque um termômetro sob o luar e outro na sombra, e anote as temperaturas. O que está no luar registra uma temperatura mais baixa. Os terraplanistas param por aí e alegam que provaram que o luar esfria as coisas.

      Um cientista, um cético de verdade, vai repetir a experiência em uma noite SEM LUAR. Vai ver a mesma diferença de temperatura. A conclusão dele vai ser a de que o que está no relento esfria mais rápido do que o que está protegido. O motivo disso não tem nada a ver com a Lua.

  3. Paulo disse:

    Professor o senhor poderia me dizer porque é que com tanta tecnologia a NASA não realizou até hoje um único registro em vídeo do planeta Terra feita do espaço em que mostra que ele é redondo como se acredita?

  4. Ramon disse:

    A pergunta não foi respondida. A pergunta não se refere à temperatura sob a luz do sol comparada sob a luz da lua. A pergunta é “porque em mesmo horário à noite, um objeto exposto à luz da lua apresenta temperatura menor do que um objeto colocado no escuro”.

Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *