X

Enxergando satélites!

Olá professor Lang! Eu tive a oportunidade de trabalhar por um curto período com um rapaz que acreditava que a terra era plana e se informava através daquele canal do sujeito que alega ser doutor em geofísica e foi professor da USP. Ele me perguntou por que não enxergamos os satélites daqui da Terra e as estrelas que estão há anos-luz de distância nós conseguimos enxergar. Em um primeiro momento, eu respondi que a Terra era muito pequena em relação aos satélites e por isso nós não os enxergamos. O senhor poderia nos dar uma resposta mais técnica?
Obrigada!

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

Satélites são observáveis e muitas pessoas de fato já os observaram. Quem desejar pode acessar diversos endereços na internet através dos quais encontrará informações sobre data e horário para observar em sua localidade os satélites. À guisa de exemplo seguem dois endereços: Heavens Above, Darpian-Sattelites.

Recomendo especialmente um vídeo do astrônomo Prof. Silvestre, no qual são discutidas as condições em que são possíveis as observações de satélites e exibidas diversas fotos por ele feitas, ilustrando assim a realidade das observações: A visibilidade de satélites.

A imagem da figura 1 são fotos da ISS capturadas por  um astrônomo amador italiano. https://pbs.twimg.com/media/ClDkdH4UkAMNhzY.jpg.

Assim sendo o negacionismo sobre a existência e a observação de satélites somente pode ser mantido por terraplanistas e outros ignorantes.

Vide mais sobre o tema em:

Satélites de telecomunicações não existem, afirmou um aloprado terra-chato!

Para onde apontam as antenas parabólicas que recebem sinais de televisão?

Outra vez o negacionismo dos terraplanistas sobre satélites de telecomunicação!

Um vídeo de desafio aos terra-chatos: Eng. Aeroespacial REFUTA Terra Plana | Argumento Inquestionável! | Desafio Terraplanista.

“Docendo discimus.” (Sêneca)


7 comentários em “Enxergando satélites!

  1. Como podemos perceber, os gurus terraplanistas precisam se apoiar em falsas informações para manterem acesa a chama da seita plana. É triste perceber que as pessoas que deveriam estar tirando as dúvidas de seus seguidores, divulgando a verdade, fazem justamente o oposto. E o pior de tudo é que convencem. O resultado é esse número enorme de pessoas iludidas.
    Muitos satélites são visíveis a olho nu. A Estação Espacial Internacional está entre os mais fáceis de observar. Terraplanistas negam os satélites porque, se a Terra fosse plana, as órbitas seriam impossíveis. A simples existência dos satélites já prova que vivemos em um planeta praticamente esférico.

  2. ADÃO BACHEGA disse:

    Na verdade, avistamos os Satélites e a ISS quando refletem a Luz do Sol, assim como a Lua e os Planetas. Antes das 4 horas da madrugada e após as 21 horas da noite o reflexo dos Satélites desaparecem por causa da curvatura da Terra. Acredito que que Satélites Geo Estacionários, a cerca de 32 km possam ser vistos com binóculos, bem antes das 4 e bem depois das 21 horas. Durante o dia só é possível ver com aparatos especiais, por causa da luminosidade ofuscante do Sol, o mesmo motivo pelo qual não vemos a Lua na fase Lua Nova.
    Mas, conhecendo a posição dada em catálogos e em mapas astronômicos, é possível ver sim com aparatos. Sugiro um cano reto e bem longo. Na infância, em Garça SP, trabalhando em cafezais, enxergava pelo túnel das folhas de café em plena 11 horas da manhã tirando um descanso de bóia fria. Agora já com 73 anos virei bóia gelada e o céu do Guamá Belém do Pará é muito nebuloso e há o excesso da luminosidade urbana que impede a observação do céu.

  3. José Oscar de Almeida Marques disse:

    Satélites geoestacionários orbitam a 35.000 km.

  4. Fausto AMARAL DE BARROS disse:

    Quanta Sabedoria!…
    Quanta Honestidade!…

  5. Léo disse:

    E dá para se observar alguns satélites até a olho nu, não? Desde criança eu tenho o costume de observar o céu noturno e sempre vejo alguns objetos movendo-se no céu.

    Pontos luminosos únicos, pequenos, de brilho constante, idênticos a estrelas brancas se movendo no céu, conseguindo atravessar o céu noturno inteiro em pouco mais de um minuto. Já teve noites que vi mais de uma dúzia.

    Sempre achei que seriam satélites e que talvez por terem uma superfície metálica bem reflexiva e estarem em uma posição relativa favorável (Tanto com o Sol quanto com o observador) podem ser vistos.

Deixe uma resposta para Roberto F. Silvestre Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *