X

Como usar o ângulo em percentagem?

Por exemplo, tem um carro numa estrada com inclinação de 10%, a massa do carro é 1000Kg (ou seja, o Peso é 9810 N). O carro não está travado e nem há atrito. Quero saber a aceleração do carro.

Para isso preciso da velocidade que será a hipotenusa; o cateto oposto será o peso…. mas o ângulo é 10%, como vou usar isso?

Detalhes Adicionais
kkkk estou com três respostas diferentes neste momento…. já era por isso que tinha a dúvida, porque ao pesquisar na internet tinha essas opções muito diferentes…. Que dúvida minha nossa!!

Pergunta originalmente feita em http://br.answers.yahoo.com/question/

Comentário do autor da pergunta após a resposta abaixo:
Muito obrigada! Finalmente esclarecida! 🙂

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

O que dizes ser o ângulo em percentagem deve ser a INCLINAÇÃO PERCENTUAL, definida como tangente do ângulo de inclinação ou a razão entre o comprimento do cateto oposto ao ângulo de inclinação (portanto o cateto vertical) e o cateto adjacente ao ângulo de inclinação (o cateto horizontal) do triângulo que tem a rampa da estrada como hipotenusa.

Se consultares a seção III do meu artigo “Inclinações de ruas e estradas” em http://www.if.ufrgs.br/~lang/Textos/ encontrarás mais informações. Um vídeo sobre tema pode ser acessado em  https://www.youtube.com/watch?v=VYVpTBphHP0. Uma INCLINAÇÃO PERCENTUAL de 10% ou 0,1 corresponde a um ângulo de inclinação de 5,7 graus. Para um ângulo tão pequeno quanto esse é sabido que a tangente do ângulo e o seno do ângulo são quase iguais e portanto o seno do ângulo que te interessa (ângulo de inclinação) também é 0,1. Se o ângulo de inclinação fosse 10 graus (não é o caso segundo tua pergunta) então a inclinação percentual seria cerca de 18%.

Visualizações  entre 27 de maio de 2013 e novembro de 2017: 12296.


Um comentário em “Como usar o ângulo em percentagem?

  1. Tiburtino Lacerda disse:

    Professor Fernando Lang, excelente a sua resposta, assim como o seu ótimo artigo, sobre inclinações de ruas e estradas.Ao terminar a leitura dele, só faltou, a meu ver, uma TABELA relacionando os declives em percentual, com os graus correspondentes.

Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *