X

Como se demonstra a impossibilidade do motor magnético de Perendev?

Prof.,

como se demonstra a violação das leis físicas pelos motores tipo Perendev uma vez que poderíamos considerar que a energia mecânica se origina da energia do campo magnético dos imãs permanentes. Vide um suposto motor em https://www.youtube.com/watch?v=foP-SYEYGTA

Considerando a força gravitacional – somente atrativa e a força magnética – atrativa e repulsiva, esta dá margens à elucubrações no sentido de permitir arranjos de aproveitamento da energia do campo magnético de forma contínua sem violação do Princípio da Conservação de Energia. Existiria alguma formulação básica para refutar o moto contínuo sem entrar em detalhes geométricos da posição dos imãs, torques, etc?

Abraços,

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

Admitamos que o motor Perendev funciona por extrair energia dos ímãs segundo alguns sonhadores da “free energy” afirmam.

Então não estaria sendo violado o Princípio da Conservação da Energia pela mesma razão que um motor de automóvel, que usa a energia química estocada no combustível para funcionar,  queimando combustível, não o viola. Ou seja, o motor Perendev estaria “queimando” os ímãs para funcionar, os descarregando da energia magnética neles estocada.

Sendo isto verdade o campo magnético dos ímãs deve, enquanto o motor funciona,  enfraquecer e finalmente o motor pararia, assim como o motor do automóvel para de funcionar ao acabar o combustível.

Assim como sabemos calcular a energia química no combustível, também sabemos calcular a energia magnética armazenada no campo magnético de um ímã.

Assim como sabemos estimar quanto tempo um motor à gasolina, produzindo determinada potência, pode funcionar até que se esgote todo o reservatório de combustível, também sabemos estimar o tempo para esgotar a energia magnética em todos os ímãs quando um motor Perendev desenvolve as  potências SONHADAS pelos seus idealizadores.

Quando magnetizamos ímãs desmagnetizados em nossos laboratórios, aprendemos experimentalmente que muito pouca energia pode ser armazenada em um ímã! Basta um pulso de corrente elétrica no magnetizador para realizar o intento!

As estimativas mostram que o tempo de funcionamento de um motor Perendev, operando graças ao descarregamento magnético dos seus ímãs, é MUITAS ORDENS DE GRANDEZA menor do que o tempo que vemos nos vídeos da web o milagre acontecer.

A energia magnética armazenada em um ímã é ordens de grandeza menor do que a energia química estocada em uma pilha elétrica com a massa do ímã. Por sua vez a pilha estoca uma energia que é ordens de grandeza  menor do que a energia química estocada em igual massa de gasolina. Vide Como se calcula a energia magnética em um ímã? .

Desta forma a violação do Princípio da Conservação da Energia pelos motores Perendev, supondo que eles operem por simples descarregamento dos ímãs, decorre da singela verdade sobre a energia magnética armazenada em um ímã:  ela é muito pequena, muito menor do que a energia armazenada em outros reservatórios convencionais de energia, tais como pilhas e tanques de gasolina.

Nota que o argumento desenvolvido independe da possível geometria dos ímãs utilizados no motor. NÃO IMPORTANDO como estejam dispostos os ímãs há uma uma quantidade insuficiente de energia magnética no conjunto para manter um motor operando da forma apresentada nos vídeos sobre tais máquinas “maravilhosas”! A verdade é que os motores Perendev e assemelhados somente funcionam nos vídeos, sendo portanto empulhações que enganam crédulos, incautos e analfabetos científicos, servindo às vezes para obtenção de vantagens financeiras conforme notado em  Motor Magnético Perendev: fraude!

Vide também aqui no CREF:

Depois de muitos meses de tentativa, um construtor de um “maravilhoso” motor magnético comunica que …

Enfraquecimento de imã permanente

ALGUNS SONHOS SÃO APENAS DELÍRIOS PARA QUEM SABE UM POUCO DE FÍSICA! – Outra vez o motor magnético de Perendev

O que é e como funciona um motor magnético?

Alguém me explica como são possíveis os motos contínuos?

A panaceia energética: vácuo quântico!

Moto contínuo é possível sim!! 😉

Um vídeo imperdível para quem crê em máquinas “maravilhosas” e outras empulhações: https://www.youtube.com/watch?v=sT_bTnkwLuE

“Docendo discimus.” (Sêneca)

________________________________________

Recebi mais de uma mensagem de uma pessoa que honestamente crê que tais motores funcionam e está montando um deles. Pretende terminá-lo no fim de setembro de 2014 quando então me dará um retorno. Entre outras coisas ele me escreveu o seguinte a propósito do ceticismo manifestado sobre tais motores e por não mostrarmos interesse em construí-los e testá-los:

“Acho uma total miopia mental e falta de interesse investigativo. Vocês mesmos aí na UFRGS podem pegar os diagramas que lhes mandei e construí-los para testá-los. Vocês tem dinheiro e pessoal capacitado para isso. Quando o meu estiver pronto, lhe convido para vir até minha casa aqui em São Paulo para vê-lo em funcionamento. “

Eu lhe respondi que mesmo que dispuséssemos de dinheiro e pessoal para montar o motor, o ônus da prova de que tais motores funcionam cabe a quem possui RAZÕES para neles crer. Se meu vizinho me assegurar que no meu jardim existe um duende verde e que posso capturá-lo com uma armadilha especial, cujos planos ele me forneceria, eu não faria a construção da armadilha pois tenho muitas razões para não crer em duendes verdes.

OBSERVAÇÃO: Estamos em novembro de 2014 e a pessoa “crente em motores magnéticos maravilhosos” NÃO mais fez contato. Talvez tenha ficado rico com o seu motor e agora o esconda! 🙂

Visualizações entre 27 de maio de 2013 e novembro de 2017: 46551.


8 comentários em “Como se demonstra a impossibilidade do motor magnético de Perendev?

  1. José Cristelo disse:

    Muito boa a sua intervenção neste assunto…. Acompanhei por mera curiosidade. Haja mentes mentes brilhantes para destingir o que é viável ou não.

  2. antonia claret disse:

    Se os imas se descarregam, porque eu tenho um fusca em que o motor do limpador de parabrisa funciona utilizando um ima ha mais de dez anos.

  3. Maykon disse:

    Cara o ímã não descarrega desta forma, ele quis dizer que para o motor funcionar, a única forma seria “queimar” a energia contida no ímã, pois não tem como tirar energia do nada, se o ímã não perde energia, de onde vem o movimento contínuo?
    Suponho que de um universo paralelo, senão realmente jamais funcionará.

  4. Axel disse:

    Sr Fernando, professor da UFRGS, após ler sua explanação sobre imãs e energia, vejo que me convenceu com relação a utilização do magnetismo como fonte energética, não sei sobre seus conhecimentos dentro do ambito da elétrica…mas o motor indutivo utiliza imãs…eles também não deveriam queimar a suposta energia armazenada em sua camada externa? Vejo que seu ceticismo é maior que a vontade em compreender algo além de sua capacidade cognitiva atual…

  5. Um projeto de motor magnético não funciona porque, mesmo que de alguma forma engenhosa ele girasse, não teria torque, parando à menor carga imposta em seu rotor. Outro complicador seria a dificuldade em inverter os polos do imã a cada meia volta do rotor. É até possível projetar um mecanismo mecânico para efetuar tal inversão. Porém a energia a ser consumida para a inversão dos pólos anularia a força de atração que supostamente faria o eixo girar .
    Em resumo: para que um motor magnético funcione é necessário inverter os polos dos imãs à exemplo que faz as escovas de um comutador em um induzido de motor com escovas, resultando num gasto de energia proporcional à energia de atração dos imãs do motor.

Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *