X

Como se dá a alternância de sentido do fluxo de elétrons em um condutor na CA?

Olá!
Considerando que temos  uma fase e um   neutro em  nossas   casas, gostaria de entender como funciona a alternância de sentido do fluxo de elétrons em  um fio condutor. Para que haja fluxo é necessário uma diferença de potencial, sendo assim, gostaria de entender como se dá o  fluxo de elétrons  no sentido do neutro para o  fase. Minha dificuldade de entendimento da questão está em não  saber como o neutro pode “fornecer” elétrons para a fase, já que o sentido da corrente precisa mudar na  corrente alternada.  transformador x —fase—aparelho—neutro—transformador x  .Obrigado!

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

O potencial elétrico do fase varia, assumindo valores maiores e menores do que o potencial elétrico do neutro (potencial do neutro é arbitrariamente definido como nulo e neutro neste contexto da Eletrodinâmica não tem o mesmo significado que em Eletrostática). Se a tensão eficaz entre fase e neutro é 127V, a ddp entre o fase e o neutro varia senoidalmente no tempo com valores extremos de aproximadamente  +180V e -180V  (180=2^0,5.127).

Ou seja, o campo elétrico em um condutor ligado ao fase e ao neutro, ora está orientado do fase para o neutro, ora está orientado do neutro para o fase conforme representado na figura 1.

Finalmente cabe notar que em corrente alternada as cargas livres (elétrons em condutores metálicos, íons positivos e negativos em condutores iônicos, …) oscilam, não havendo efetivo deslocamento quando um ciclo se completa conforme discutido em Para onde vão os elétrons?

Vide também

Por que os elétrons se movem dessa forma na corrente alternada?  

Qual é o significado do termo “fase” e “neutro” em uma rede elétrica? 

No fio neutro da nossa casa passa corrente?

“Docendo discimus.” (Sêneca)


4 comentários em “Como se dá a alternância de sentido do fluxo de elétrons em um condutor na CA?

  1. guilherme megi disse:

    Obrigado pela resposta.
    Eu entendo que o potencial alterna de forma senoidal, porém a senoide é uma representação do que está acontecendo com os elétrons numa seção de condutor. Minha dificuldade está aí.
    Quando eu analiso um circuito de um alternador funcionando, consigo compreender o sentido do fluxo de elétrons alternando. O problema é que em nossas casas temos o NEUTRO, e não entendo como esse neutro pode ter um potencial suficiente para que o sentido flua do sentido do neutro para o fase. Uma dúvida semelhante seria um alternador ligado a uma resistência em seguida ligada a terra e imaginar que um potencial negativo seria gerado no alternador e os eletros sairiam da terra para o alternador.

    • Fernando Lang disse:

      Neutro em eletrodinâmica significa apenas que o potencial é igual (ou quase igual) ao da terra. Ora, o potencial do fase às vezes está acima do potencial do neutro e outras vezes abaixo.

      Parece que estás com uma ideia equivocada do que seja neutro em circuitos elétricos. Aliás, a palavra neutro neste contexto não tem o mesmo significado que em eletrostática onde a neutralidade implica em carga total nula e ausência de campo elétrico produzido pelo sistema denominado com neutro. Sugiro leres as postagens indicadas e outras que encontras em Fase e neutro.

Acrescente um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *