Nota de Pesar

Comunicamos o falecimento, na tarde de 23/11, do Prof. Flavio Horowitz. A comunidade do Instituto de Física expressa seus sentimentos aos amigos e familiares.

Flavio Horowitz nasceu no Rio de Janeiro em 06 de janeiro de 1953. Em 1971 mudou-se para Porto Alegre, onde se graduou Bacharel (1974) e Mestre (1977) em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), PhD em Optical Sciences (University of Arizona, Tucson, USA, 1983); pós-doutorado na área de dispositivos ópticos (Imperial College, London, UK, 1993). Professor do quadro da UFRGS desde 1984 e Professor Titular desde 2014, orientou inúmeros estudantes em iniciação científica/tecnológica e capacitação de mais de duas dezenas de formados, incluindo supervisão de pós-doutores, bolsistas em desenvolvimento tecnológico (DTI), mestres e doutores nos programas de pós-graduação em Física, Ciência de Materiais e Microeletrônica da UFRGS. No Instituto de Física da UFRGS, foi coordenador da Comissão de Pesquisa (2003-2004) e da Comissão de Extensão (2011-2014). Na UFRGS, coordenou a Incubadora Tecnológica Hestia (2009-2014), participou da Comissão de Pós-Graduação em Microeletrônica (2005-2007, 2009-2011) e participou do Conselho do Centro de Nanociência e Nanotecnologia (2011-2013, 2015-2017). Junto à Optical Society of America, era membro sênior e do Comitê do Programa da Conferência Optical Interference Coatings OIC/OSA (desde 1998, trianual). Era membro do corpo editorial do Journal of Applied Optics. Sua produção incluiu mais de uma centena de artigos completos, capítulos de livros e tecnologias desenvolvidas, organização de três dezenas de encontros científicos. Pelo seu trabalho com recobrimentos micro-nanoestruturados, superhidrofóbicos e anti-refletivos, recebeu o prêmio Nanostructured Thin Films da SPIE – International Society for Optics and Photonics – em San Diego, EUA, 2012 e, pela CasaE-UFRGS, o prêmio Renewable Energy da EST 2015 – ENERGY, SCIENCE & TECHNOLOGY – International Conference and Exhibition, em Karlsruhe, Alemanha e o prêmio Boas Ideias de Sustentabilidade 2016 da Fundação Gaia, Virada Sustentável de Porto Alegre. E mesmo sofrendo de problemas de saúde já há alguns anos, o que o levou a se aposentar como docente, nunca deixou de exercer atividades de orientação e de coordenação em projetos de pesquisa junto ao Laboratório Laser & Óptica (IF-UFRGS), sendo pesquisador 1 do CNPq, e trabalhando ativamente em áreas de interesse atual como: Produção Monitorada de Filmes (PVD, sol-gel), Caracterização e Metrologia de Materiais Ópticos, Filmes Compósitos Nanoestruturados, Super-Hidrofobicidade, Estudo de Materiais com Aplicações em Energia, Sensores e Dispositivos Ópticos, Desenvolvimento de Tecnologia Portátil para Testes Rápidos do SARS-CoV2. Flavio iria passar por mais um procedimento no tratamento da enfermidade que o acometia, mas infelizmente veio a falecer na tarde desta segunda, 23 de novembro de 2020. Flavio deixa um legado de muito trabalho e dedicação à ciência, de muito otimismo em tentar buscar soluções aos problemas que assolam a nossa sociedade, um legado de muitos ex-orientandos que sempre vão lembrar de todo o apoio que ele sempre deu em suas formações como pesquisadores, e acima de tudo, vai deixar muitos amigos saudosos dentro do Instituto de Física da UFRGS. (Prof. Marcelo Barbalho Pereira)