Mobilização para redução do consumo de energia elétrica na UFRGS

A Lei Orçamentária de 2018 prevê para a UFRGS a mesma dotação de custeio de 2017 (em valores nominais). Ao final do ano passado foi decretado um aumento de tarifa de energia elétrica da ordem de 30%. Corremos o risco de 16% de todo o orçamento de custeio da UFRGS destinar-se a energia elétrica.

Limite o consumo ao estritamente necessário para as boas condições de trabalho e de desenvolvimento das atividades acadêmicas!

  • Utilize luz natural sempre que possível;
  • desligue luzes ao deixar as dependências, bem como aparelhos elétricos/eletrônicos quando não estiverem em uso;
  • evite a incidência de radiação solar em ambientes climatizados (pois haverá aumento de carga térmica para o condicionador de ar);
  • mantenha janelas e portas fechadas nos locais em que o condicionador de ar estiver em uso;
  • mantenha a regulagem do aparelho em 23°C ou em 50% do botão de giro do termostato (Portaria nº 23/2015 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão).

Obrigado!

(Fonte das informações: Ofício Circular PROPLAN nº 003/2018)