TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES: TENDÊNCIAS DE PESQUISA

Alessandra M. Cavichia Atanazio, Álvaro Emílio Leite

Resumo


Este artigo corresponde a uma revisão de literatura integrativa sobre as tecnologias da informação e comunicação (TIC) no contexto da formação de professores de Ciências da Natureza. Foi produzido com base na pesquisa em 14 periódicos nacionais de acesso online da área de ensino de Ciências classificados nos estratos da CAPES com Qualis A1 e A2 a partir do ano de 2007, ano em que o Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) assumiu o objetivo de acelerar o processo de inclusão digital na educação básica. Os resultados da análise de 34 artigos foram elencados nas categorias “TIC e os cursos de licenciatura”, “TIC e a formação continuada”, “TIC nas concepções e representações dos professores” e “TIC e docência – possibilidades e desafios”. Evidenciou-se que, de modo geral, os trabalhos analisados refletem a necessidade da integração das tecnologias à prática pedagógica. Mas, para que essa integração seja efetiva, contribuindo para uma aprendizagem mais participativa e integrada, ainda é preciso pensar em estratégias que possibilitem aos sujeitos escolares vislumbrar como a tecnologia pode, de fato, contribuir para o processo ensino-aprendizagem.


Palavras-chave


TIC; Ensino de Ciências; Formação de professores

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, M. P. de, Rezende, L. M. M. de, & Lima, S. A. de (2013). A produção de vídeos digitais: uma situação de aprendizagem na formação de professores de ciências. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 6(2), 132-146. DOI: 10.3895/S1982-873X2013000200008

Araujo, R. S., & Vianna, D. M. (2012). Ouvindo formadores em licenciaturas em Física a distância sobre as políticas públicas educacionais. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 29(n. esp.), 448-468. DOI: 10.5007/2175-7941.2012v29nesp1p448

Benite, A. M. C., & Benite, C. R. M. (2008). O computador no ensino de Química: Impressões versus Realidade. Em Foco as Escolas Públicas da Baixada Fluminense. Ensaio, 10(2), 320-339. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/epec/v10n2/1983-2117-epec-10-02-00320.pdf

Brasil. Ministério da Educação e do Desporto. Conselho Nacional de Educação. Resolução n. 2, de 15 de junho de 2012. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Diário Oficial da União, Brasília, DF. Recuperado de http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=9917-rceb002-12-1&Itemid=30192

Centro de Inovação para a Educação Brasileira. (2016). Políticas de tecnologia na educação brasileira. São Paulo: CIEB.

Duarte, M., & Rezende, F. (2011). Tecnologias da informação e comunicação e qualidade da educação na perspectiva de uma professora de Ciências. Ensaio, 13(3), 263-281. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/epec/v13n3/1983-2117-epec-13-03-00263.pdf

Duarte, J. W., Angotti, J. A. P., & Bastos, F. P. (2016). Ensino de Física por meio de questões do PISA associadas a Temas Estruturadores e Conceitos Unificadores. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 33(2), 333-354. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/epec/v10n2/1983-2117-epec-10-02-00320.pdf

Ferrari, P. C., Angotti, J. A. P., & Tragtenberg, M. H. R. (2009). Educação problematizadora a distância para a inserção de temas contemporâneos na formação docente: uma introdução à Teoria do Caos. Ciência & Educação, 15(1), 85-104. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v15n1/v15n1a05.pdf

Flôres, A., Vasconcelos, E., Coutinho, L., & Silva, J. da. (2015). O uso da tv pendrive como instrumento pedagógico para o ensino de ciências. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, 8(17), 202–212. Recuperado de http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/191

Fraiha-Martins, F., & Gonçalves, T. V. O. (2012). Experiência formativa mediatizada por Ambiente Virtual de aprendizagem: formação de professores de Ciências e Matemática na Amazônia. AMAZÔNIA - Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, 8(16), 146-158. Recuperado de https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/1665/2085

Francisco Junior, W. E., & Santos, R. I. dos (2011). Experimentação mediante vídeos: concepções de licenciandos sobre possibilidades e limitações para a aplicação em aulas de química. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Tecnologia, 4(2), 105-125. Recuperado de https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/849/701

Gabini, W. S., & Diniz, R. E. S. (2007). A experiência de um grupo de professores envolvendo ensino de química e informática. Ensaio, 9(1), 1-12. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/epec/v9n1/1983-2117-epec-9-01-00009.pdf

Gabini, W. S., & Diniz, R. E. S. (2009). Os professores de Química e o uso do computador em sala de aula: discussão de um processo de formação continuada. Ciência & Educação, 15(2), 343-358. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v15n2/a07v15n2.pdf

Gianotto, D. E. P., & Diniz, R. E. S. (2010). Formação inicial de professores de Biologia: a metodologia colaborativa mediada pelo computador e a aprendizagem para a docência. Ciência & Educação, 16(3), 631-648. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v16n3/v16n3a09.pdf

Heckler, V., Motta, C., & Galiazzi, M. (2017). Constituição da experimentação em Ciências na modalidade EaD. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, 7(14), 144–158. Recuperado de http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/132/0

Hohenfeld, D. P., Penido, M. C. M., & Lapa, J. M. (2012). A formação do professor de Física e as tecnologias da informação e comunicação. Revista de Educação, Ciências e Matemática, 2(1), 31-44. Recuperado de http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/recm/article/view/1765/939

Jacon, L. S. C., & Kalhil, J. B. (2011). Professor formador e as competências em Tecnologia de informação e comunicação: um estudo sobre quais recursos computacionais estes profissionais utilizam na elaboração do seu material didático. Amazônia - Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, 8(15), 27-44. Recuperado de https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/1682/2093

Jacon, L. S. C., & Mello, I. C. (2014). Os princípios da Teoria de Sistema de Atividades na análise do processo de construção de atividades pedagógicas com emprego de dispositivos móveis no ensino de conhecimentos Químicos. Amazônia - Revista de Educação em Ciências e Matemáticas,10(20), 05-15. Recuperado de https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/2294/2536

Jacon, L. S. C., Oliveira, A. C. G. de, Martines, E. A. K. de M., & Mello, I. C. (2014). Os formadores de professores e o desafio em potencializar o ensino de conhecimentos químicos com a incorporação dos dispositivos móveis. Investigações em Ensino de Ciências, 19(1), 77-89. Recuperado de https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/96/67

Kenski, V. M. (2003). Aprendizagem mediada pela tecnologia. Diálogo Educacional, 4(10), 47-56.

_______. (2007). Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas; São Paulo: Papirus.

Levy, P. (1999). Cibercultura. São Paulo: Ed. 34.

Libâneo, J. C. (2010). Adeus professor, adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. São Paulo: Cortez.

Lima, A. C. C. V., & Régis, C. R. T. (2010). Educação à distância e formação continuada em Ciências: Indicativos para configuração de cursos via internet. Amazônia - Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, 6(12), 40-46. Recuperado de https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/1702/2107

Lima, L. F., & Amaral, E. M. R. (2013). Análise da discussão em fórum sobre a estratégia projetos de trabalhos com uso de TIC em um curso de licenciatura a distância. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, 13(3), 173-194.

Martinho, T., & Pombo, L. (2009). Potencialidades das TIC no ensino das Ciências Naturais - um estudo de caso. Revista Electrónica de Enseñanza de lãs Ciencias, 8(2), 527‐538. Recuperado de http://reec.webs.uvigo.es/volumenes/volumen8/ART8_Vol8_N2.pdf

Martins, C. A., Santos, S. R. O., & Araújo Jr, C. F. (2012). Elaboração de material didático mediacional e suas aplicações na formação inicial de professores de Ciências na modalidade a distância. REnCiMa, 3(3), 663-673. Recuperado de http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/529/453

Masetto, M. T. (2013). Mediação pedagógica e tecnologias de informação e comunicação. In Moran, J. M., Masetto, M. T., & Behrens, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus.

Moran, J. M. (2007). A Educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. Campinas: Papirus.

_______. (2013). Ensino e aprendizagem inovadores com apoio de tecnologias. In Moran, J. M., Masetto, M. T., & Behrens, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus.

Moreira, H., & Caleffe, L. G. (2008). Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. Rio de Janeiro: Lamparina.

Pasqualli, R., & Carvalho, M. J. S. (2016). Os saberes docentes nos cursos de licenciatura a distância em ciências naturais e matemática nos institutos federais do Brasil. Ciência & Educação (Bauru), 22(2), 523–540. DOI: 10.1590/1516-731320160020015

Pereira, D. M., & Silva, G. S. (2010). As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) como aliadas para o desenvolvimento. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, (10), 151‐174. Recuperado de http://periodicos.uesb.br/index.php/cadernosdeciencias/article/viewFile/884/891

Rodrigues, J. V. F. C. (2016). Formação inicial de professores no uso das TICS para o ensino de Biologia da Universidade Federal do Amazonas. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, 9(19), 176–187. Recuperado de http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/230

Rosa, M., & Catelli, F. (2013). Química e as tecnologias digitais: investigação sobre as representações docentes. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, 6(10), 132–133.

Rosa, M. P. A., Eichler, M. L., & Catelli, F. (2015). "Quem me salva de ti? ": representações docentes sobre a tecnologia digital. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), 17(1), 84–104. DOI: 10.1590/1983-211720175170104

Anjos, A. J. S. dos. (2008). As novas tecnologias e o uso dos recursos telemáticos na educação científica: a simulação computacional na educação em Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 25(3), 569–600. Recuperado de https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/2175-7941.2008v25n3p569/8449

Schnell, R. F., & Quartiero, E. M. (2009). A sociedade da informação e os novos desafios para a educação. Linhas, 10(2), 104-126. Recuperado de http://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1879/1470

Schuhmacher, V. R. N., & Alves Filho, J. P. (2013a). Construção de um instrumento para identificação de barreiras existentes no uso da tecnologia da informação e comunicação na prática docente. Dynamis, 19 (2), 46-61. DOI: 10.7867/1982-4866.2013v19n2p46-61

Schuhmacher, V. R. N., & Alves Filho, J. de P. (2013b). A TIC nos Projetos Político Pedagógicos das Licenciaturas. Dynamis, 19(1), 43–57. http://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/3745/2368

Silva, T. da, Flores, C. R., Ern, E., & Taneja. I. J. (2010). Expansão do ensino superior: panorama, análises e diagnósticos do curso de licenciatura em Física a distância da Universidade Federal de Santa Catarina. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 27(3), 528-548. DOI: 10.5007/2175-7941.2010v27n3p528

Silva, I. M. M. (2011). Tecnologias e letramento digital: navegando rumo aos desafios. Educação Temática Digital, 13(1), 27-47. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1164/1179

Silva, I. P. da, Nunes, E. T., & Mercado, L. P. L. (2016). Experimentos virtuais no estágio supervisionado de Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 33(3), 1115-1144. DOI: 10.5007/2175-7941.2016v33n3p1115

Silva, J. R. N. da, Silva, A. P. da, Moreira, C. C., & Pereira, J. F. (2016). Contribuições de um planejamento conjunto entre as modalidades presencial e a distância na constituição de uma disciplina de prática de ensino de Física. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Tecnologia, 9(1), 1-25. Recuperado de https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/viewFile/2996/2957

Silva, I. P. da, Nunes, E. T., & Mercado, L. P. L. (2016). Experimentos virtuais no estágio supervisionado de Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 33(3), 1115-1144. DOI: 10.5007/2175-7941.2016v33n3p1115

Silva, M. E., Silva, C. da, & Silva, J. da. (2016). Refletindo sobre a formação dos professores e o uso das tecnologias do laboratório de informática. Revista Areté | Revista Amazônica de Ensino de Ciências, 9(18), 182–196. Recuperado de http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/205

Souza, C. A., Bastos, F. da P. de, & Angotti, J. A. P. (2007). Cultura Científico-Tecnológica na Educação Básica. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), 9(1), 76–88. DOI: 10.1590/1983-21172007090106

Wardenski, R. de F., Struchiner, M., & Giannella, T. R. (2016). Abordagens pedagógicas, Estratégias de ensino-aprendizagem e Modalidades de uso de Tecnologias de Informação e Comunicação: uma Análise de Cursos para Formação Continuada de Professores de Ciências. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 9(1), 407-427. DOI: 10.3895/rbect.v9n1.2952

Webber, C. G., & Vieira, M. B. (2010). Tecnologias digitais na educação: colaboração e criatividade em sala de aula. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, 1(2), 166–177. Recuperado de http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/16/8




DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2018v23n2p88

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License