A EMERGÊNCIA DA ÁREA DE ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA DA CAPES ENQUANTO COMUNIDADE CIENTÍFICA: UM ESTUDO DOCUMENTAL

Clériston Ribeiro Ramos, João Alberto da Silva

Resumo


Como forma de perceber as mudanças ocorridas na área de Ensino de Ciências e Matemática, foram levantados os documentos emanados pela CAPES entre os anos de 2000 e 2013. Foram agregadas discussões de diversas sociedades científicas acerca do tema. Para subsidiar este estudo, foram traçadas relações com a teoria de Thomas Khun, em relação a paradigmas, comunidade científica, entre outros relacionados. Por meio da elaboração de uma linha temporal para a área de Ensino de Ciências e Matemática, foi possível perceber que esta emergiu de práticas ocorridas desde os anos 60, tendo sua delimitação enquanto área própria somente no ano 2000, quando se deslocou da área de Educação, e foi reestruturada no ano de 2011 para área de Ensino. Acredita-se que a área irá consolidar-se, pois com o aumento quantitativo e qualitativo dos programas de pós-graduação, mais pesquisadores comprometidos irão contribuir para o estabelecimento da identidade da área de Ensino de Ciências e Matemática no Brasil.


Palavras-chave


Ensino de Ciências e Matemática; avaliação da graduação; CAPES; paradigmas; comunidade científica

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License