IMPLEMENTAÇÃO DE ESTRATÉGIAS CIÊNCIA-TECNOLOGIA-SOCIEDADE (CTS): PERCEÇÕES DE PROFESSORES DE BIOLOGIA

Cátia Bettencourt, Patrícia Albergaria-Almeida, José Lopes Velho

Resumo


Quando o que é necessário aprender muda rapidamente, especialmente no decurso de uma só geração, torna-se muito mais difícil saber o que deve ser ensinado e como deve ser ensinado. Atualmente, para muitos professores, é ainda difícil atribuir um papel mais relevante ao estudante dentro da sala de aula. Contudo, as numerosas diferenças socioculturais e cognitivas obrigam os professores a adotar metodologias que promovam o desenvolvimento das competências exigidas no currículo das ciências. Com este estudo pretendeu-se diagnosticar as dificuldades, as vantagens e as perceções que os professores de Biologia possuem sobre a conceção e implementação de estratégias Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS) em turmas do 12º ano do ensino secundário, em Portugal. Para desenvolver estes objetivos foram realizadas quatro entrevistas e, posteriormente efetuada uma análise de conteúdo, recorrendo ao software NVivo. Apesarde os professoressentirem algumas dificuldades na implementação de estratégias de cariz CTS, as vantagens encontradas pelos mesmos superam, claramente, as desvantagens. Entre as mais-valias da utilização deste tipo de estratégias encontram-se a motivação e o envolvimento dos estudantes. Estes dois aspectos acabam por também motivar os professores, o que contribui para que estes continuem a implementar e desenvolver estratégias de cariz CTS.


Palavras-chave


ciência; tecnologia; sociedade; estratégias de ensino; perceções; professores; Biologia.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License