ANÁLISE DE UMA SITUAÇÃO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE FÍSICA, EM SITUAÇÃO DE INTERLOCUÇÃO ENTRE UM ESPECIALISTA E UM NOVATO, À LUZ DA TEORIA DOS CAMPOS CONCEITUAIS DE VERGNAUD

Célia Maria Soares Gomes de Sousa, Maria Helena Fávero

Resumo


Este trabalho faz parte de um estudo mais amplo cujo objeto é a resolução de problemas (RP) em Física, tratada do ponto de vista da Psicologia do Desenvolvimento Cognitivo e com vistas ao seu papel no ensino de Física. Neste trabalho, nos centramos, na proposta de um procedimento de estudo para a RP que privilegiasse as trocas verbais entre um especialista e um novato em situação de interação social, de modo que se evidenciassem as regulações cognitivas em relação a um campo conceitual particular. Foram investigados dois casos: dois alunos de um curso pré- vestibular. Cada um desses alunos foi submetido a cinco sessões individuais de resolução de problema. que se desenvolveram em torno de conceitos de Eletricidade. Os resultados das análises das sessões de interação frente à RP indicaram que: um dos sujeitos possuía mais esquemas de ação para dar sentido às situações dentro de campos conceituais da Eletricidade do que o outro; o papel do especialista na interação com o sujeito é muito importante na condução de tal interação; o domínio do especialista em relação aos campos conceituais abordados é imprescindível na situação de interlocução estabelecida nas sessões de interação; a teoria dos campos conceituais mostrou-se adequada para referenciar pesquisas sobre resolução de problemas em Física.

Palavras-chave


resolução de problemas situação de interlocução; campos conceituais; conceitosem-ato; teoremas-em-ato

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License