AGROTÓXICOS: UMA PROPOSTA SOCIOAMBIENTAL REFLEXIVA NO ENSINO DE QUÍMICA SOB A PERSPECTIVA CTS

Andréia Cristina Cunha Buffolo, Maria Aparecida Rodrigues

Resumo


Neste artigo, discutimos a contribuição de uma sequência didática com a temática “agrotóxicos”, na articulação de conhecimentos químicos e questões socioambientais com alunos do ensino médio. A referida sequência, elaborada de acordo com os pressupostos da orientação CTS e dos três momentos pedagógicos, foi desenvolvida com vinte e dois alunos da 2ª série desse nível de ensino de uma escola pública estadual. Os estudantes participantes da pesquisa, além de responderem a um questionário diagnóstico sobre o tema, foram envolvidos durante a intervenção pedagógica em atividades em grupos, leitura e discussão de textos, resolução de problemas, pesquisas com agricultores do município, elaboração de seminários e produção textual. Todos os momentos da intervenção, que tiveram a participação verbal ou não dos alunos, foram registrados por um gravador de voz e anotações em diário de campo. Os resultados obtidos revelaram que o desenvolvimento da sequência didática ampliou a visão dos alunos a respeito das implicações sociais e ambientais provocadas pelo uso inadequado dos agrotóxicos, além de reflexões e maior compreensão sobre o tema, evidenciando a importância de introduzir questões socioambientais no Ensino de Química em uma perspectiva CTS.

Palavras-chave


Ensino de Química; Abordagem Temática; Agrotóxicos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2016v20n1p1

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License