CONCEPÇÕES DOS PROFESSORES DA ÁREA DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA ACERCA DA CONSTRUÇÃO DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO MÉDIO POLITÉCNICO: A CONTRIBUIÇÃO DOS SABERES DOCENTES NA REALIDADE DE DUAS ESCOLAS DO NORTE GAÚCHO

Bruna Carminatti, José Claudio Del Pino

Resumo


O ensino médio no Estado do Rio Grande do Sul passou por reformulações com a proposta do Ensino Médio Politécnico, sugerida em 2011 pela Secretaria Estadual de Educação. De modo geral, esta proposta surgiu pela demanda de melhoras na educação básica estadual, no que tange ao Ensino Médio e foi implantada no decorrer dos anos de 2012, 2013 e 2014. Dentre estas melhoras almejadas, figurava a necessidade de superação do ensino disciplinar-conteudista através da interdisciplinaridade e do currículo integrado. Considerando estas mudanças – que implicaram na criação de áreas do conhecimento, reestruturação curricular, mudança na forma de avaliação e nos pressupostos de planejamento e metodologia de ensino – este artigo visa relatar o trajeto e os resultados de uma pesquisa que se propôs a investigar de que maneira a interdisciplinaridade passou a ser construída pelos educadores da área das Ciências da Natureza a partir de seus saberes docentes. A metodologia empregada foi a pesquisa etnográfica , que permitiu coletar dados ricos de percepções e opiniões dos sujeitos investigados, no caso, nove professores da área das Ciências da Natureza – que agrupa as disciplinas de Química, Física e Biologia – de duas escolas públicas de ensino médio do norte do Rio Grande do Sul. A interpretação dos dados deu-se sob a perspectiva da Análise Textual Discursiva e permitiu identificar tanto os entraves que inviabilizam a construção e a ação interdisciplinar, tais como a falta de tempo para planejamento, quanto possíveis alternativas para superação destas barreiras, dentre as quais figuram os saberes docentes. A partir da discussão destes resultados, nota-se que a proposta do Ensino Médio Politécnico abriu espaço para a construção da práxis interdisciplinar bem como para a reflexão e tomada de consciência sobre a necessidade desta, tornando-se viável a partir de (re)opções teórico-metodológicas, por parte dos docentes sob o viés de seus saberes como tais.


Palavras-chave


interdisciplinaridade; saberes docentes; ensino de ciências

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2016v20n2p103

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License