OS PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS PARA AS CIÊNCIAS DO ENSINO MÉDIO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA VISÃO DE SEUS ELABORADORES

Elio Carlos Ricardo, Arden Zylbersztajn

Resumo


As competências, a interdisciplinaridade e a contextualização passaram a fazer parte do discurso de uma boa parte dos educadores, principalmente a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (DCNEM) e dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN e PCN+). No entanto, isso não significa que suas práticas educacionais estejam em consonância com as propostas desses documentos. Uma das razões para isso é a dificuldade de compreender essas noções e implementá-las na sala de aula. A partir disso, o presente trabalho pretende oferecer alguns esclarecimentos acerca dos pressupostos fundamentais presentes nos PCN e PCN+, a saber, a noção de competências, de interdisciplinaridade e de contextualização, sob o ponto de vista dos seus autores, mais especificamente para a área das Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Para isso, utilizou-se de entrevistas semi-estruturadas como alternativa metodológica. Defende-se também a tese de que, entre as DCNEM e os Parâmetros Curriculares, há uma ruptura em seus aspectos educacionais, políticos e filosóficos.


Palavras-chave


competências; interdisciplinaridade; contextualização; ensino de ciências; Parâmetros Curriculares Nacionais

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License