MATERIAIS INSTRUCIONAIS NUMA PERSPECTIVA CTSA: UMA ANÁLISE DE UNIDADES DIDÁTICAS PRODUZIDAS POR PROFESSORES DE QUÍMICA EM FORMAÇÃO CONTINUADA

Maria Eunice Ribeiro Marcondes, Miriam P. do Carmo, Rita C. Suart, Erivanildo L. da Silva, Fábio L. Souza, João B. Santos Jr, Luciane H. Akahoshi

Resumo


Pesquisas têm demonstrado que alguns professores apresentam concepções de ensino ainda marcadas pelo caráter transmissivo e de memorização de informações, não se atentando em abordagens que consideram os aspectos CTSA. Com base nesses pressupostos, o presente trabalho teve como objetivo investigar como um grupo de professores manifesta concepções de contextualização no ensino de Química na construção de suas próprias unidades didáticas. Os dados foram coletados em um curso de formação continuada para professores da região metropolitana de São Paulo, que teve como estratégia a elaboração de materiais didáticos. A análise dessas unidades foi feita considerando-se: a presença ou não de problematização e seu desenvolvimento ao longo do material; a relação dos experimentos propostos com o tema e a sua natureza (investigativo, ilustrativo, conhecimento de fatos); a relação dos textos com o tema e a natureza das informações (científica, tecnológica, social, ambiental). Foram construídos 4 perfis de contextualização para caracterizar as treze unidades produzidas. Quatro unidades mostraram perfis pouco elaborados de contextualização (exemplificação e descrição) e seis apresentaram perfis mais complexos (problematização e compreensão da realidade).

Palavras-chave


contextualização, CTSA, ensino de química.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License