PROBLEMAS COM A COMPREENSÃO DE ESTUDANTES EM MEDIÇÃO: RAZÕES PARA A FORMAÇÃO DO PARADIGMA PONTUAL

Carlos Eduardo Laburú, Marcelo Alves Barros

Resumo


O âmbito de reflexão deste trabalho encontra-se ligado ao processo de medição na escola. Análises de estudantes mostram que o processo de medição é um assunto de difícil compreensão para eles. Quando defrontados com a necessidade de realizar ou analisar medidas, estes sujeitos manifestam diversas representações antagônicas à visão científica. Veremos que a literatura em educação científica reúne as diferentes representações sobre medição no denominado Paradigma Pontual. Todavia, apenas dois estudos procuram dar uma interpretação para as representações, sendo que um deles, tão somente, faz uma menção de passagem, pois seu centro de atenção está voltado para a explicitação das representações. Na tentativa de dar uma explicação para as representações dos sujeitos, esse par de estudos permite entender as fontes que alimentam e que são responsáveis pela origem do Paradigma Pontual. Concentrados nesse objetivo, este artigo procura juntar às interpretações existentes uma explicação alternativa e complementar. Com isso, pretendemos colaborar para o aprofundamento e maior inteligibilidade desse objeto de estudo.

Palavras-chave


Medição, experimento, representação.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License