ANÁLISE DAS RELAÇÕES DOCENTE EM SALA DE AULA COM PERSPECTIVAS DE SER INCLUSIVA

Angela Meneghello Passos, Sergio de Mello Arruda, Marinez Meneghello Passos

Resumo


Este artigo apresenta uma proposta para a análise das relações docente em sala de aula com perspectivas de ser inclusiva, tendo como suporte teórico um instrumento denominado matriz 3x3. Essa matriz permite compreender as ações do professor em sala de aula com base nas relações com o saber, o ensinar e o aprender nas dimensões epistêmica, pessoal e social. A principal questão que norteou esta investigação foi: Que relações docente é possível evidenciar em uma sala de aula com perspectivas de ser inclusiva? Os procedimentos metodológicos se basearam na análise textual discursiva, a partir da qual se desenvolveu uma análise de cunho qualitativo. Entre os resultados proporcionados por esta investigação estão: a evidência de que ocorre um acréscimo das tarefas docente em sala de aula com perspectivas de ser inclusiva; a necessidade de ampliação da matriz 3x3 para acomodar as novas relações docente; a constatação de que a presença do deficiente muda a configuração da sala de aula e essa alteração no processo educacional estimula a preocupação do professor com a aprendizagem e faz com que ele se volte mais para a dimensão social das relações com o saber. 


Palavras-chave


Relações docente; Relação com o saber; Matriz 3x3; Educação inclusiva; Formação de professores

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2016v20n3p84

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License