JOGO DISCURSIVO NA APROPRIAÇÃO DA LINGUAGEM CIENTÍFICA POR ALUNOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM QUÍMICA

Luciana Massi, Salete Linhares Queiroz

Resumo


Neste trabalho analisamos discursos ocorridos em laboratórios de pesquisa em Química envolvendo alunos de Iniciação Científica (IC) de uma universidade estadual paulista. Os discursos foram classificados de acordo com a tipologia do discurso, proposta por Eni Orlandi, em: autoritário (pólo da paráfrase), polêmico (equilíbrio entre paráfrase e polissemia) e o lúdico (pólo da polissemia). Durante um ano os diálogos entre dois alunos de IC e seus orientadores, foram gravados, transcritos e analisados. As análises realizadas indicam que o discurso do tipo autoritário encontrado no início do estudo, foi sendo gradativamente substituído pelos discursos polêmico e lúdico. Este deslocamento aponta para a contribuição da IC no fomento de qualidades importantes como a independência intelectual e o senso crítico dos alunos, além da sua importância no que diz respeito ao aprendizado de conteúdos de Química.

Palavras-chave


Análise do Discurso; Iniciação Científica; Química

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License