CONTROVÉRSIAS EM TORNO DA ORIGEM DO SARS-COV-2: UM ESTUDO A PARTIR DA TEORIA ATOR-REDE

Bárbara Silva Vincentini, Gabriel Ferreira Dias, Letícia Couto Freitas, Luiza Joukhadar Regini, Luana Pereira Leite Schetino, Luciana Resende Allain

Resumo


A cartografia de controvérsias, proposta baseada na Teoria Ator-Rede, foi utilizada neste estudo como metodologia para seguir os rastros de atores (ou actantes) humanos e não humanos envolvidos na controvérsia em torno da origem do vírus causador da COVID-19. A pesquisa consistiu na escolha de reportagens que circularam na grande mídia no ano de 2020, na identificação dos atores humanos e não humanos envolvidos e de seus respectivos interesses, no estabelecimento das redes formadas pela relação dos atores entre si com base no aplicativo Gephi, e na delimitação dos cosmos, sendo eles: 1) origem laboratorial, 2) seleção natural e 3) origem desconhecida, e um último grupo considerado “oportunista”, já que não possuía um ponto de vista próprio. Dessa forma, defendemos a cartografia de controvérsias como metodologia para tratar questões controversas no ensino de ciências, por permitir que os diferentes posicionamentos em torno destas questões sejam explicitados, de modo a potencializar a participação cidadã dos estudantes em questões relativas à ciência e tecnologia.


Palavras-chave


Cartografia de Controvérsias; Actantes; Teoria Ator-Rede; SARS-CoV-2

Texto completo:

PDF

Referências


Albuquerque, L. P., Patriota, L. L. S., Gonzatto, V., Pontual, E. V., Paiva, P. M. G., & Napoleão, T. H. (2020). Coronavirus Spike (S) Protein: A Brief Review on Structure-Function Relationship, Host Receptors, and Role in Cell Infection. Journal Advances in Research, 21(9), 116-124. https://doi.org/10.9734/air/2020/v21i930240

Alcadipani, R., & Tureta, C. (2009). Teoria Ator-Rede e Análise Organizacional: contribuições e possibilidades de pesquisa no Brasil. Organizações e Sociedade, 16(51), 647-664. https://doi.org/10.1590/S1984-92302009000400003

Andersen, K. G., Rambaut, A., Lipkin, W. I., Holmes, E. C., & Garry, R. F. (2020). The proximal origin of SARS-CoV-2. Nature Medicine, 26, 450-452. https://doi.org/10.1038/s41591-020-0820-9

BBC News Brasil. (2020). COVID-19: O estudo americano que aumenta dúvidas sobre real origem da pandemia. Recuperado de https://www.bbc.com/portuguese/internacional-55149801

Bilodeau, A., & Potvin, L. (2016). Unpacking complexity in public health interventions with the Actor-Network Theory. Health Promotion International, 1(9), 173-181. https://doi.org/10.1093/heapro/daw062

Braga, C., & Soares, M. (2017). Teoria Ator-Rede: novas perspectivas e contribuições para os estudos de consumo. Cadernos EBAPE.BR, 2(16), 218-231. http://dx.doi.org/10.1590/1679-395164275

Campos, L. M. L., Spazzian, M. L., Diniz, R. E., Alves, G., Viveiros, A. A., Soares, M. N., ... & Campos, R. S. P. (2009). Produção científica sobre formação de professores de ciências em eventos científicos na área de educação: primeiras revelações. In Atas do VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis, SC. Recuperado de http://fep.if.usp.br/~profis/arquivos/viienpec/VII%20ENPEC%20%202009/www.foco.fae.ufmg.br/cd/pdfs/887.pdf

Campos, L. M. L., Diniz, R. E. S, Soares, M. N., Spazziani, M. L., Fagundes, F. V., Silva, C. S., ... & Basso, S. P. S. (2011). Perspectivas críticas de educação e a formação de professores de ciências: um estudo teórico. In Atas do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação de Ciências. Campinas, SP. Recuperado de http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R1220-3.pdf

Campos, L. M. L., Pressato, D., Pereira, L. M., & Carvalho, M. O. (2017). Perspectivas críticas de educação e futuros professores de ciências e biologia. In Atas do X Congreso Internacional Sobre Investigación en Didáctica de Las Ciencias . Sevilla, Andaluzia. Recuperado de https://core.ac.uk/download/pdf/160038325.pdf

Cavalcante, R. B., Esteves, C. J. da S., Pires, M. C. de A., Vasconcelos, D. D., Freitas, M. de M., & Macedo, A. S. (2017). A Teoria Ator-Rede como Referencial Teórico-Metodológico em Pesquisas em Saúde e Enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, 46(4), 01-09. https://doi.org/10.1590/0104--07072017000910017

Cavalcanti, M. F. R., & Alcadipani, R. (2013). Organizações como processos e Teoria Ator-Rede: A contribuição de John Law para os Estudos Organizacionais. Cadernos EBAPE.BR, 11(4), 556-568. https://doi.org/10.1590/S1679-39512013000400006

Conrado, D. M., & Nunes N., Neto (2018). Questões sociocientíficas: fundamentos, propostas de ensino e perspectivas para ações sociopolíticas. Recuperado de http://books.scielo.org/id/n7g56/pdf/conrado-9788523220174.pdf

Estado de Minas. (2020). O laboratório de Wuhan, no centro de uma polêmica mundial. Recuperado de https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2020/04/17/interna_internacional,1139644/o-laboratorio-de-wuhan-no-centro-de-uma-polemica-mundial.shtml

Faria, E. S. (2014). Cartografia de controvérsias: conexões entre o conhecimento científico e a disputa sobre a instalação do projeto Apolo na Serra do Gandarela. (Dissertação de mestrado). Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG. Recuperado de https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/BUBD-9Q7EQ7/1/2014_faria_disserta__o.pdf

Faria, E. S., & Coutinho, F. A. (2015). Educação científica em ação: a cartografia de controvérsias como prática de cidadania técnico-científica. Cadernos de Pesquisa, 22(3), 133–147. http://dx.doi.org/10.18764/2178-2229.v22.n3.p.133-147

Freire, P. (2004). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa (21a ed.). São Paulo, SP: Paz e Terra.

Freire, P. (2008). Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire (3a ed.). São Paulo, SP: Centauro.

Gruber, A. (2020). COVID-19: o que se sabe sobre a origem da doença. Jornal da USP. Recuperado de https://jornal.usp.br/artigos/covid2-o-que-se-sabe-sobre-a-origem-da-doenca/

Lago, C. do (2020). Pangolim pode ser a espécie que levou coronavírus aos humanos, aponta estudo. CNN Brasil. Recuperado de https://www.cnnbrasil.com.br/saude/pangolim-pode-ser-a-especie-de-origem-do-coronavirus-aponta-estudo/

Lapin, T. (2020). Chinese virologist posts report claiming COVID-19 was made in Wuhan lab. New York Post. Recuperado de https://nypost.com/2020/09/14/chinese-virologist-posts-report-claiming-covid-19-was-made-in-wuhan-lab/

Latour, B. (1994). Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica. Rio de Janeiro, RJ: Editora 34.

Latour, B. (2011). Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora (I. C. Benetti, Trad.) (2a ed.). São Paulo, SP: Editora UNESP. (Obra original publicada em 1987)

Latour, B. (2012). Reagregando o Social: uma introdução à teoria do Ator – Rede. Bauru, SP: EDUFBA.

Latour, B. (2016). Cogitamus: seis cartas sobre humanidades científicas. (J. P. Dias, Trad.). São Paulo, SP: Editora 34. (Obra original publicada em 2010)

Magenta, M. (2020). Coronavírus em esgoto de 4 países antes de surto na China aumenta mistério sobre origem do vírus. BBC News Brasil. Recuperado de https://www.bbc.com/portuguese/internacional-53347211

Melo, M. de F. A de Q. (2011). Discutindo a aprendizagem sob a perspectiva da teoria ator-rede. Educar em Revista, 39, 177-190. https://doi.org/10.1590/S0104-40602011000100012

Ministério da Saúde. (2021). Painel Coronavírus. Recuperado de https://covid.saude.gov.br/

Mullin, L. (2020). OMS busca as origens do coronavírus. Confira os novos achados. National Geographic. Recuperado de https://www.nationalgeographicbrasil.com/ciencia/2020/11/oms-busca-as-origens-do-coronav irus-confira-os-novos-achados-pandemia-covid-19

Nobre, J. C. A., & Pedro, R. M. L. R. (2010). Reflexões sobre possibilidades metodológicas da Teoria AtorRede. Cadernos UniFOA, (14), 47-56. https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v5i14.1018

Nogueira, F. de F. V. (2017). Reassembling the social: an Introduction to ActorNetwork Theory, Oxford University Press, 2005. Revista Formação, 1(25), 229-233. https://doi.org/10.33081/formacao.v1i25.5251

Pedro, R. M. R. L. (2010). Sobre redes e controvérsias: ferramentas para compor cartografias psicossociais. In A. Ferreira, L. Freire, M. Moraes & R. Arendt (Orgs.), Teoria Ator-Rede e Psicologia, 78-96. Rio de Janeiro, RJ: Nau.

Qiu, J. (2020). How China’s ‘Bat Woman’ Hunted Down Viruses from SARS to the New Coronavirus. Scientific American. Recuperado de https://www.scientificamerican.com/article/how-chinas-bat-woman-hunted-down-viruses-from-sars-to-the-new-coronavirus1/

Rincon, P. (2020). Coronavírus: há alguma evidência de que o sars-cov-2 tenha sido criado em laboratório? BBC News Brasil. Recuperado de https://www.bbc.com/portuguese/geral-52506223

Rosa, A. (2020). Neocast COVID-19: O grande protagonista da pandemia: Conversa com a Prof. Dra. Gislaine Fongaro e com o Dr. Rafael Rodrigues de Oliveira. Florianópolis: Neoprospecta. Recuperado de https://blog.neoprospecta.com/neocast-2-covid19/

Salgado, T. B. P. (2018). A virada não humana na comunicação: contribuições da Teoria Ator-Rede e da Ontologia Orientada aos Objetos. Eco Pós, 21(2), 171-191. https://doi.org/10.29146/eco-pos.v21i2.18146

Santos, V. M. de F., Coutinho, F. A., & Silva, F. A. R. e (2016). A proposta teoria ator-rede (ANT) para a construção de sequências didáticas. In F. A. Coutinho, & F. A. R. e Silva (Orgs.), Sequências didáticas: propostas, discussões e reflexões teórico-metodológicas (pp. 09-16). Belo Horizonte, MG: FAE/UFMG.

Santos, W. L. P., & Schnetzler, R. P. (1998) Ciência e educação para a cidadania. In A. I. Chassot, & R. J. Oliveira (Orgs.). Ciência, ética e cultura na educação (pp. 255-270). São Leopoldo, RS: Unisinos.

Souza, C. (2020). A preservação do Meio Ambiente pode evitar o surgimento de outras doenças como a Covid-19. Portal UFLA. Recuperado de https://ufla.br/noticias/pesquisa/13788-a-preservacao-do-meio-ambiente-pode-evitar-o-surgimento-de-outras-doencas-como-a-covid-19#:~:text=Constantemente%20animais%20silvestres%20são%20caçados,tráfico%20ilegal%20de%20espécies%20silvestres

Souza, S. R. L., & Francisco, A. L. (2016). O Método da Cartografia em Pesquisa Qualitativa: Estabelecendo Princípios... Desenhando Caminhos… In: Anais do Congresso Ibero- americano em Investigação Qualitativa, (pp. 811-820.) Porto, Porto: CIAIQ. Recuperado de https://www.academia.edu/43554527/O_M%C3%A9todo_da_Cartografia_em_Pesquisa_Qualitativa_Estabelecendo_Princ%C3%ADpios_Desenhando_Caminhos

Stengers, I. (2005). The cosmopolitical proposal. In B. Latour, & P. Weibel (Eds.). Making things public: Atmospheres of democracy (pp. 994-1003). Cambridge, MA: The MIT Press.

UOL. (2020a). Origem do coronavírus? Pequim se recusa a assumir responsabilidade. Recuperado de https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/afp/2020/03/13/origem-do-coronavirus-pequim-se-recusa-a-assumir-responsabilidade.htm

UOL. (2020b). OMS desmente informação de que novo coronavírus foi criado em laboratório. Recuperado de https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2020/04/21/oms-desmente-informacao-de-que-novo-coronavirus-foi-criado-em-laboratorio.htm

UOL. (2021). Um ano após primeira morte na China, origens do coronavírus permanecem misteriosas. Recuperado de https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/rfi/2021/01/10/um-ano-apos-primeira-morte-na-china-origens-do-coronavirus-permanecem-misteriosas.htm

Veiga, I. (2020). Teoria da conspiração afirma que o coronavírus foi criado pelo Exército dos EUA. O Tempo. Recuperado de https://www.otempo.com.br/coronavirus/teoria-da-conspiracao-afirma-que-coronavirus-foi-criado-pelo-exercito-dos-eua-1.2323334

Venturini, T. (2010). Diving in magma: How to explore controversies with Actor-Network Theory. Public Understanding of Science, . O direito de “ser” foi promulgado pela Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 (1988, Art. 206), “ao eleger como fundamento da nossa república, a cidadania e a dignidade da pessoa humana e como um dos seus objetivos fundamentais [...] a promoção do bem de todos, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação”. (3), 258-273. https://doi.org/10.1177/0963662509102694

WHO -World Health Organization. (2021). Coronavirus (COVID-19) Dashboard. Recuperado de https://covid19.who.int/table.




DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2021v26n2p271

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License