O USO DE ABORDAGENS DA HISTÓRIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE BIOLOGIA: UMA PROPOSTA PARA TRABALHAR A PARTICIPAÇÃO DA CIENTISTA ROSALIND FRANKLIN NA CONSTRUÇÃO DO MODELO DA DUPLA HÉLICE DO DNA

Etiane Ortiz, Marcos Rodrigues da Silva

Resumo


Neste artigo, apresentamos os resultados de uma investigação realizada junto a acadêmicos de um curso de Ciências Biológicas de uma universidade do norte do Paraná. Buscou-se investigar as virtudes e dificuldades encontradas no processo de contextualização do episódio da “descoberta” da dupla hélice do DNA. Para tanto, foi elaborada uma proposta de ensino com o objetivo de trabalhar a contextualização do referido episódio dando ênfase às controvérsias existentes na história a respeito da participação da cientista Rosalind Franklin na construção do modelo do DNA, com base em uma abordagem tradicional e outra alternativa em História da Ciência. Os dados foram coletados por meio da aplicação de questionários e os registros foram analisados de acordo com os procedimentos da Análise de Conteúdo. O uso de uma abordagem baseada em História da Ciência se mostrou eficaz na contextualização do episódio histórico apresentado neste estudo, visto que, a partir da análise dos dados, foi possível observar que os estudantes conseguiram compreender o controverso episódio ao final da intervenção didática e souberam, de modo geral, como diferenciar os dois tipos de abordagens em História da Ciência que foram utilizados para tratar o episódio histórico. Contudo, esta pesquisa também evidenciou que o uso desse tipo de abordagem não é tarefa fácil, uma vez que algumas dificuldades foram encontradas ao longo da investigação.

Palavras-chave


História da Ciência; Contextualização; Descoberta da dupla hélice do DNA; Rosalind Franklin; Ensino de Biologia

Texto completo:

PDF

Referências


Alfonso-Goldfarb, A. M. (2004). O que é história da ciência. São Paulo: Brasiliense.

Bardin, L. (2004). Análise de conteúdo. (3a. ed.). Lisboa: Edições 70, 1977.

Barros, M. A. & Carvalho, A. M. P. (1998). A história da ciência iluminando o ensino de visão. Ciência & Educação, 5, 83-94.

Brasil. (1999). Ministério da Educação, Secretaria de Educação Média e Tecnologia. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, in Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação.

______. (2000). Secretaria de Educação. Parâmetros curriculares nacionais. Ensino Médio, Brasília.

______. (2001). MEC/CNE/CES. Diretrizes curriculares para os cursos de Ciências Biológicas. Parecer CNE/CES 1.301/2001, Diário Oficial da União de 7/12/2001, Seção 1, p. 25. Recuperado de http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES1301.pdf

Brito, A. J., Neves, L. S. & Martins, A. F. P. (2004). História da Ciência e da Matemática na formação de professores. In Nuñez, I. B.; Ramalho, B. L. (Orgs.) Fundamentos do Ensino-Aprendizagem das Ciências Naturais e da Matemática: o Novo Ensino Médio. Porto Alegre: Sulina.

Carneiro, M. H. S. & Gastal, M. L. (2005). História e Filosofia das Ciências no ensino de Biologia. Ciência & Educação, 11(1), 33-39.

Carvalho, A. M. P. & Gil-Pérez, D. (1998). Formação de professores de ciências: tendências e inovações. 3. ed. São Paulo: Cortez.

Crick, F. (1988). What mad pursuit. A personal view of scientific discovery. New York: Basic Books.

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed.

Forato, T. C. M. (2009). A natureza da ciência como saber escolar: um estudo de caso a partir da história da luz. (Tese de Doutorado, Faculdade de Educação, São Paulo). Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-24092009-130728/pt-br.php

Giassi, M. G. & Moraes, E. C. (2007). A contextualização no ensino de biologia: abordagens preliminares. In VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, Bauru, São Paulo, Brasil. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/vienpec/autores0.html

Hausmann, R. (2002). História da biologia molecular. Ribeirão Preto: Sociedade Brasileira de Genética.

Höttecke, D. & Silva, C. C. (2010). Why implementing history and philosophy in school science education is a challenge: an analysis of obstacles. Science & Education, 20, 293-316.

Judson, H. F. (1979). The eighth day of creation. London: Jonathan Cape.

Machado, N. J. (2005). Interdisciplinaridade e contextualização. In Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM): Fundamentação Teórica Metodológica. Brasília: O Instituto.

Maddox, B. (2002). Rosalind Franklin, the dark lady of DNA. New York: Harper Collins.

Marandino, M. (2003). A prática de ensino nas licenciaturas e a pesquisa em ensino de ciências: questões atuais. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 20(2), 168-193. Recuperado de http://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/6544/6034

Martins, A. F. P. (2007). História e filosofia da ciência: há muitas pedras nesse caminho... Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis: UFSC, 24(1), 112-131. Recuperado de https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/viewFile/6056/12761

Martins, R. A. (2006). A história das ciências e seus usos na educação. In Silva, C. C. (Org.). Estudos de História e Filosofia das Ciências: subsídios para aplicação no ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física.

Matthews, M. R. (1995). História, Filosofia e Ensino de Ciências: a tendência atual de reaproximação. Caderno Catarinense de Ensino de Física, Florianópolis, 12(3), 164-214. Recuperado de https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/7084

Medeiros, A. J. G. (2007). A história da ciência e o ensino da física moderna. 273-292. In Nardi, Roberto (Org.). A pesquisa em ensino de ciências no Brasil: alguns recortes. (2a. ed.) São Paulo: Escrituras.

Moraes, R. & Galiazzi, M. C. (2007). Análise textual discursiva. Ijuí: Ed. Unijuí.

Morange, M. (1998). A history of molecular biology. Trad. Matthew Cobb. Cambridge: Harvard University Press.

Oki, M. C. M. (2006). A história da química possibilitando o conhecimento da natureza da ciência e uma abordagem contextualizada de conceitos químicos: um estudo de caso numa disciplina do curso de Química da UFBA. (Tese de Doutorado, Universidade Federal da Bahia, Salvador). Recuperado de https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/10854/1/Oki,%20Maria%20da%20Conceicao%20Parte%201.pdf

Oki, M. C. M. & Moradillo, E. F. (2008). O ensino de História da Química: contribuindo para a compreensão da Natureza da Ciência. Ciência & Educação, Bauru, 14(1), 67-88. Recuperado de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132008000100005

Olby, R. (1974). The path to the double helix. London: MacMillan.

Oliveira, V. D. R. B. (2009). As dificuldades da contextualização pela história da ciência no ensino de biologia: o episódio da dupla hélice do DNA. (Dissertação de Mestrado), Universidade Estadual de Londrina, Londrina. Recuperado de http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/2010/Biologia/dissertacoes/contextualizacao_biologia.pdf

Prestes, M. E. B. & Caldeira, A. M. A. (2009). Introdução. A importância da história da ciência na educação científica. Filosofia e História da Biologia, 4, 1-16. Recuperado de http://www.abfhib.org/FHB/FHB-04/FHB-v04-0-Maria-Elice-Prestes-Ana-Maria-Caldeira.pdf

Sayre, A. (1975). Rosalind Franklin and DNA. New York: W. W. Norton & Company.

Scheid, N. M. J. (2006). A contribuição da história da biologia na formação inicial de professores de ciências biológicas. (Tese de Doutorado em Educação Científica e Tecnológica), Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Recuperado de https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/89104/226215.pdf

Silva, M. R. (2010). As controvérsias a respeito da participação de Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice. Scientiae Studia (USP), 8, 69-92. Recuperado de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-31662010000100004

______. (2007). Rosalind Franklin e seu papel na construção do modelo da dupla-hélice do DNA. In Martins, L. A. P. et al. (Org.). Filosofia e história da biologia. São Paulo: ABFHiB, 297-310.

______. (2013) Ensino de ciências: realismo, antirrealismo e a construção do conceito de oxigênio. História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso), 20, 481-497.

Silva, M. R. & Oliveira, V. (2013). As dificuldades da contextualização histórica no ensino de Biologia. In VI ENCONTRO REGIONAL SUL DE ENSINO DE BIOLOGIA. Santo Ângelo: URI. Recuperado de http://santoangelo.uri.br/erebiosul2013/anais/wp-content/uploads/2013/07/comunicacao/13597_219_Marcos_Rodrigues_da_Silva.pdf

Teodoro, S. R. (2000). A história da ciência e as concepções alternativas de estudantes como subsídios para o planejamento de um curso sobre atração gravitacional. (Dissertação de Mestrado), Universidade Estadual Paulista, Bauru. Recuperado de http://www2.fc.unesp.br/BibliotecaVirtual/ArquivosPDF/DIS_MEST/DIS_MEST20000316_TEODORO%20SANDRA%20REGINA.pdf

Ternes, A. P. L., Scheid, N. M. J. & Güllich, R. I. C. (2009). A história da ciência em livros didáticos de ciências do ensino fundamental. In VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, Florianópolis. SC, Brasil. Recuperado de http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/1677.pdf

Vannucchi, A. I. (1996). História e Filosofia da Ciência: da teoria para a sala de aula. (Dissertação de Mestrado em Ensino de Ciências), Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de www.teses.usp.br/teses/disponiveis/81/81131/tde-15062005-164939/publico/tese.pdf

Vilas Boas, A., Silva, M. R., Passos, M. M. & Arruda, S. M. (2013). História da ciência e natureza da ciência: debates e consensos. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, 30(2), 287-322. Doi http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n2p287

Watson, J. D. (1997 [1968]). The double helix. London: Weidenfeld & Nicolson.

Watson, J. D. & Crick, F. H. C. (1953). Genetical implications of the structure of deoxyribonucleic acid. Nature, 171, 964-967. Recuperado de http://www.nature.com/nature/dna50/watsoncrick2.pdf




DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2016v21n1p106

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License