LIVROS DIDÁTICOS EM PUBLICAÇÕES NA ÁREA DE ENSINO: CONTRIBUIÇÕES PARA ANÁLISE E ESCOLHA

Saul Benhur Schirmer, Inés Prieto Schmidt Sauerwein

Resumo


A partir da consolidação do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) cabe aos professores escolher as obras didáticas que serão utilizadas nas escolas. No entanto, esse processo de escolha tem apresentado problemas e estudos apontam escolhas pouco criteriosas por parte dos professores. O presente trabalho busca analisar as publicações sobre Livros Didáticos (LD) em periódicos e eventos da área de Ensino de Ciências e de Física do país e caracterizar estes trabalhos com intuito de identificar subsídios que auxiliem professores na escolha do LD. Os resultados apontam uma predominância de trabalhos sobre aspectos conceituais e sobre diagnósticos da situação de análise, escolha e uso, enquanto são poucas as proposições e discussões sobre ações que possam contribuir efetivamente para aperfeiçoar esses processos.


Palavras-chave


Ensino de Ciências; Ensino de Física; Livro Didático; PNLD; Análise e escolha

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS CONSULTADAS

Bardin, L. (1988). Análise de Conteúdo. Edição 70, Lisboa.

Bisognin, A. G. (2010). O processo de escolha das coleções de letramento e alfabetização linguística do Programa Nacional do Livro Didático. 2010. Dissertação (Mestrado em História da Educação) – Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

Boton, J. M. (2014). O processo de escolha do Livro Didático por professores: a evolução do PNLD e seus efeitos no ensino de ciências. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde) – Centro de Ciências Naturais e Exatas, Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria.

Brasil. (2010). Decreto nº 7.084, de 27 de janeiro de 2010. Dispõe sobre os programas de material didático e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7084.htm>. Acesso em 08 de agosto de 2014.

Brasil. (2006). Ministério da Educação. Portaria n. 366, de 31 de janeiro de 2006. Diário Oficial da União - DOU de 01/02/2006 - Seção I - p.17. Brasília: MEC, 2006. Disponível em < http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/port366_pnlem.pdf>. Acesso em 20 janeiro de 2016.

______. (2014). Ministério da Educação. Guia de livros didáticos: PNLD 2015: Física: Ensino Médio. – Brasília, Secretaria de Educação Básica.

______. (2008). Ministério da Educação. Física: catálogo do Programa Nacional do Livro para o Ensino Médio: PNLEM/2009. – Brasília, Secretaria de Educação Básica.

______. (2011). Ministério da Educação. Guia de livros didáticos: PNLD 2012: Física: Ensino Médio. – Brasília, Secretaria de Educação Básica.

______. (2015). Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE. Histórico do PNLD. Disponível em < http://www.fnde.gov.br/programas/livro-didatico/livro-didatico-historico>. Acesso em 29/11/2015.

______. (2015a). Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Secretaria de Educação Básica. Edital de convocação para o processo de inscrição e avaliação de obras didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático PNLD 2018. Disponível em < http://www.fnde.gov.br/arquivos/category/165-editais?download=9907:pnld-2018-edital-alteracao-de-junho-de-2016 >Acesso em 06 de dezembro de 2016.

______. (2015b). Conselho Nacional de Educação. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Resolução CNE/CP n. 02/2015, de 1º de julho de 2015. Brasília, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, seção 1, n. 124, p. 8-12, 02 de julho de 2015.

Cassab, M., & Martins, I. (2008). Significações de professores de ciências a respeito do livro didático. Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências. v. 10, n.1. Recuperado de http://www.portal.fae.ufmg.br/seer/index.php/ensaio/article/download/144/193.

Cassiano, C. C. F. (2003). A escolha do professor e a circulação de livros didáticos no estado de São Paulo. 2003. Dissertação (Mestrado em História da Educação) - Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

Freitag, B.; Costa, W. F.; Motta, V. R. (1989). O Livro Didático em Questão. Cortez Editora. São Paulo.

Gatti Junior, D. (1997). Livros didáticos, saberes disciplinares e cultura escolar: primeiras aproximações. In.: História da educação. ASPHE/Fae/UFPel. n.2, p. 29-50. Recuperado de http://seer.ufrgs.br/index.php/asphe/article/download/30663/pdf .

Lajolo, M. (1996). Livro didático: um (quase) manual de usuário. Em Aberto, Brasília, n. 69, v. 16, jan./mar. 1996. Recuperado de http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/view/2061/2030 .

Loguercio, R. Q., & Samrsla, V. E. E., Del Pino, J. C. (2001). A Dinâmica de analisar Livros Didáticos com os professores de química. In.: Química Nova, v. 24, n. 4. Recuperado de http://quimicanova.sbq.org.br/imagebank/pdf/Vol24No4_557_17.pdf.

Maia, J. O.; & Villani, A. (2011). Produções acadêmicas sobre livro didático de Química no contexto nacional: Uma revisão. In.: Atas do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0486-2.pdf.

Munakata, K. (2012). O livro didático: alguns temas de pesquisa. In.: Revista brasileira de história da educação, 12, (3). Recuperado de http://www.rbhe.sbhe.org.br/index.php/rbhe/article/view/455/343.

Occelli, M., & Valdeiras, N. (2013). Los libros de texto de ciências como objeto de investigación: Una revisión bibliográfica. Enseñanza de las Ciencias. Revista de investigación y experiencias didácticas. v.31, n.2. Recuperado de http://www.raco.cat/index.php/Ensenanza/article/view/285774/373774.

Schirmer, S. B.; Sauerwein, I. P. S. (2011). História e Filosofia da Ciência: um panorama em eventos e periódicos de Ensino de Física. In.: Anais do I Seminário Internacional de Educação em Ciências - SINTEC. FURG/ NUEPEC. Rio Grande. Recuperado de http://www.nuepec.furg.br/sintec/site/index.php.

Schirmer, S. B.; Sauerwein, I. P. S. (2015). Um mapeamento dos trabalhos sobre Livros Didáticos nos ENPEC. Atas do XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia, SP. Recuperado de http://www.xenpec.com.br/anais2015/resumos/R0540-1.PDF.

Silva, M. A. (2012). A Fetichização do Livro Didático no Brasil. Educação e Realidade. Porto Alegre, v. 37, n.3. Recuperado de http://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/20373/23410.

Souza, E. L., & Garcia, N. M. D. (2013). As pesquisas sobre o livro didático de Física e Ciências: temas e perspectivas presentes nos SNEFs. In.: Atas do XX Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. São Paulo. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xx/sys/resumos/T1032-1.pdf .

Tolentino-Neto, L. C. B. de. (2003). O Processo de Escolha do Livro Didático de Ciências por Professores de 1ª a 4ª séries. 2003. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo.

Zambon, L. (2012). Seleção e utilização de Livros Didáticos de Física em escolas de educação básica. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria.

REFERÊNCIAS ANALISADAS

Artuso, A., & Appel, J. L. (2015a). A dinâmica de aula e sua relação com o Livro Didático segundo professores de Física do Ensino Médio. Atas do XXI Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. Uberlândia. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xxi/sys/resumos/T0451-1.pdf.

Artuso, A., & Appel, J. L. (2015b). Diferenças na dinâmica de aula dos professores e sua relação com o livro didático de física do ensino médio. Atas do XXI Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. Uberlândia. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xxi/sys/resumos/T0451-2.pdf.

Artuso, A. R. (2013). Usos do livro didático de física segundo alunos. In.: Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC Águas de Lindóia, SP. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0118-1.pdf.

Assis, S. S., Pimenta, D. N., & Schall, V. T. (2013). A dengue nos Livros Didáticos de Ciências e Biologia indicados pelo Programa Nacional do Livro Didático. Ciência e Educação, Bauru, v. 19, n. 3. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v19n3/09.pdf.

Baganha, D. E.; Garcia, N. M. D. (2011). O papel e o uso do Livro Didático de Ciências nos anos finais do Ensino Fundamental. Atas do VIII Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R1526-1.pdf.

Bandeira Filho, F., & Martins, M. I. (2013). Exercícios resolvidos nos livros didáticos de física: o que pensam os professores? In.: Atas do XX Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. São Paulo. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xx/sys/resumos/T0137-2.pdf.

Barcelos, M. O. & Martins, M. I. (2011). Livros de ciências recomendados pelo PNLD: a visão de professores de ciências de escolas públicas de BH. Atas do VIII Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0181-1.pdf.

Bottechia, J. A. A., et al. (2011). Ensino de Química na Educação Básica: a experiência de professores do DF ao analisar os LDQ – PNLD 2012. Atas do VIII Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0658-2.pdf.

Braga, M., Guerra, A. & Reis, J. C. (2008). O papel dos Livros Didáticos franceses do século XIX na construção de uma concepção dogmático-instrumental do Ensino de Física. In.: Caderno Brasileiro de Ensino de Física. v. 25, n. 3. Recuperado de https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/2175-7941.2008v25n3p507/8453.

Cassab, M., & Martins, I. (2008). Significações de professores de ciências a respeito do livro didático. Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências. v. 10, n.1. Recuperado de http://www.portal.fae.ufmg.br/seer/index.php/ensaio/article/download/144/193.

Diniz, M. C., Oliveira, T. C. & Schall, V. T. (2010). “Saúde como compreensão de vida”: avaliação para inovação na educação em saúde para o ensino fundamental. Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências. v. 12, n.1. Recuperado de http://www.portal.fae.ufmg.br/seer/index.php/ensaio/article/view/264/332.

Epoglou, A., & Marcondes, M. E. R. (2013). Livro didático de ciências dos anos iniciais sob a ótica de supervisoras pedagógicas. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R1367-1.pdf.

Fernandes, J. P., & Gouvêa, G. (2011). Levantamento da produção científica sobre a análise do Livro Didático de Ciências nas revistas nacionais no período de 2005 à 2010. In.: Atas do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0893-1.pdf.

Frison, M. D. et al. (2009). Livro Didático como instrumento de apoio para construção de propostas de Ensino de Ciências Naturais. In Atas do VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – VII ENPEC. Florianópolis. Recuperado de http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/425.pdf.

Garcia, T. M. B., & Garcia, N. D. M.; Pivovar, L. E. (2007). O uso do livro didático de física: estudo sobre a relação dos professores com as orientações metodológicas. In.: Atas do VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – VI ENPEC. Florianópolis. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/vienpec/CR2/p1099.pdf.

Garcia, T. M. F. B. (2009). Relações de professores e alunos com os livros didáticos de física. In.: Atas do XVIII Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. Vitória. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xviii/sys/resumos/T0724-2.pdf.

Garcia, T. M. F. B., Nascimento, F. E. & Scomacao, F. (2015). Ensinando a ensinar física nas séries iniciais: manuais didáticos destinados a professores. In.: Atas do XXI Simpósio Nacional de Ensino de Física – XXI SNEF. Uberlândia. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xxi/sys/resumos/T1073-1.pdf.

Garcia, T. M. F. B. & Pivovar, L. E. (2008). Significados das orientações metodológicas nos Livros Didáticos de Física do ponto de vista dos professores. Atas do XI Encontro de Pesquisa em Ensino de Física – EPEF. Curitiba. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/epef/xi/atas/resumos/T0230-1.pdf.

Gardelli, D., & Neves, M. C. D. (2011). Equívocos encontrados nos Livros Didáticos de Física no Ensino Médio sobre a interpretação dada à experiência de Oersted. Atas do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R1151-1.pdf.

Gomes, V. B. (2009). Impressões de professores sobre questões relacionadas ao ensino de química: enfoque no uso do livro didático. In.: Atas do VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – VII ENPEC. Florianópolis. Recuperado de http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/654.pdf.

Guimarães, F. M., Megid Neto, J., & Fernandes, H. L. (2011). Como os professores de 6º ao 9º anos usam o livro didático de ciências. Atas do VIII Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0977-1.pdf.

Jacques, V., Milaré, T., & Alves Filho, J. P. (2009) A presença do conceito de energia no tratamento da Química em Livros Didáticos de Ciências. Atas do VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis. Recuperado de http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/864.pdf.

Kato, C. M., & Kiouranis, N. M. M. (2013). O livro didático nas aulas de Química por estudantes do Ensino Médio. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R1391-1.pdf.

Leite, A. E., & Garcia, N. M. D. (2014). Funções dos livros didáticos e a formação de professores de física. In.: Atas do XV Encontro de Pesquisa em Ensino de Física. Maresias. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/epef/xv/sys/resumos/T0226-1.pdf.

Leite, A. E., Garcia, N. M. D. & Rocha, M. (2013). O quê e como se aprende sobre o livro didático de física do ensino médio: percepção dos formadores de professores sobre o que se ensina aos licenciandos. In.: Atas do XX Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. São Paulo. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xx/sys/resumos/T1061-1.pdf.

Lima, M. E. C. C., & Silva, P. S. (2010). Critérios que professores de química apontam como orientadores da escolha do livro didático. Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências. v.12, n.02, p.121-136. Recuperado de http://www.portal.fae.ufmg.br/seer/index.php/ensaio/article/view/446/441.

Maia, J. O., & Villani, A. (2013). O Livro Didático e os Cadernos do Estado de São Paulo nas práticas pedagógicas dos professores de Química. In.: Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0372-1.pdf.

Martins, A. A., & Garcia, N. M. D. (2014). Escolha de Livros Didáticos por professores de Física: artefatos da cultura escolar ou mercadoria? Atas do XV Encontro de Pesquisa em Ensino de Física. Maresias. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/epef/xv/sys/resumos/T0303-1.pdf.

Martins, A. A., & Garcia, N. M. D. (2015). Escolha de Livros Didáticos por professores de Física: relações entre cultura escolar, cultura e mercado. Atas do XXI Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. Uberlândia. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xxi/sys/resumos/T0944-1.pdf.

Martins, A. O.; Dickman, A. G. & Ferreira, A. C. (2013). Representação de diagramas do livro didático de física: Uma Proposta para a Melhoria da Autonomia de Estudantes com Deficiência Visual. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia, SP. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0300-1.pdf.

Martins, L, Santos, G. S., & El-Hani, C. N. (2012). Abordagens de saúde em um Livro Didático de Biologia largamente utilizado no Ensino Médio brasileiro. Investigações em Ensino de Ciências. v.17, n.1. Recuperado de http://www.if.ufrgs.br/ienci/artigos/Artigo_ID292/v17_n1_a2012.pdf.

Melo, M. S., & Santos, W. L. P. (2013). Interações discursivas em debates sociocientíficos mediados por textos didáticos. In.: Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0418-1.pdf.

Miranda, L. C., & Martins, C. M. (2007). Critérios de escolha e formas de uso dos Livros Didáticos de Química pelos professores do Ensino Médio. Atas do VI Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Florianópolis. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/vienpec/CR2/p493.pdf.

Nagem, R. L. & Marcelos, M. F. (2005). Analogias e metáforas no ensino de Biologia: a árvore da vida nos Livros Didáticos. Atas do V Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Bauru, São Paulo. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/venpec/conteudo/artigos/3/pdf/p206.pdf.

Paula, H. F. & Lima, M. E. C. (2011). A leitura de textos didáticos de ciências como confronto de perspectivas. Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências. v. 13, n.3. Recuperado de http://www.portal.fae.ufmg.br/seer/index.php/ensaio/article/view/551/722.

Pedreira, A. J., Carneiro, M. H. S. & Silva, D. M. S. (2011). Uso do Livro Didático por Licenciandos em Ciências Naturais: o que me lembro e o que fiz. Atas do VIII Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R1391-1.pdf.

Pereira, J. E. & Beltrán Núñez, I. (2013). Gráficos cartesianos nos livros didáticos de Química do PNLD 2012. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia, SP. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0220-1.pdf.

Rosa, M. D. (2013). A seleção e o uso do livro didático na visão de professores de Ciências: um estudo na rede municipal de ensino de Florianópolis, SC. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0208-1.pdf.

Sampaio, G. M. D., & Santos, N. P. (2007). Os Livros Didáticos de Física de Química nos primeiros dezoito anos do Colégio de Pedro II (1838-1856). Atas do VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/vienpec/CR2/p42.pdf.

Santos, S. M. O., & Mól, G. S. (2007). Planilha para avaliação de Livros Didáticos de Química para o Ensino Médio: um instrumento de auxílio ao professor. Atas do VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/vienpec/CR2/p347.pdf.

Schirmer, S. B. & Sauerwein, I. P. S. (2015). Um mapeamento dos trabalhos sobre Livros Didáticos nos ENPEC. Atas do XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia, SP. Recuperado de http://www.xenpec.com.br/anais2015/resumos/R0540-1.PDF.

Sepini, R. P., Cabral, S. A. & Maciel, M. D. (2013). Ciência/Tecnologia/Sociedade nos conteúdos sobre a Origem da Vida em Livros Didáticos de Biologia do Ensino Médio. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia, SP. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0751-1.pdf.

Sillos, A. E., & Santos, W. L. P. (2013). Percepções de alunos do ensino médio sobre o livro didático de Química. In.: Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0419-1.pdf.

Silva, E. F., Garcia, T. M. F., & Garcia, N. M. (2011a). O livro didático de Física está na escola. O que pensam os alunos do Ensino Médio? In.: Atas do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – VIII ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0582-1.pdf.

Silva, E. F., Garcia, T. M. B., & Garcia, N. D. M. (2010). E agora, que todos tem livro didático de física? O ponto de vista dos alunos. Atas do XII Encontro de Pesquisa em Ensino de Física – XII EPEF. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/epef/xii/sys/resumos/T0188-1.pdf.

Silva, E. F., Garcia, T. M. F. B., & Garcia, N. M. D. (2011b). O Livro Didático de Física está na escola. O que pensam os alunos do ensino médio? Atas do XIX Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. Manaus. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xix/sys/resumos/T0563-1.pdf.

Silva, J. R., Neto, F. R., & Malta, S. C. (2003). Análise da abordagem histórica do conceito de área em Livros Didáticos do Ensino Fundamental II. Atas do IV Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Bauru, São Paulo. Recuperado de http://fep.if.usp.br/~profis/arquivos/ivenpec/Arquivos/Painel/PNL055.pdf.

Silva, P. N. et al. (2013). Análise da Transposição Didática para o Conteúdo de Reações Orgânicas: Primeiras Impressões. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia, SP. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R1148-1.pdf.

Souza Filho, M. P., & Grandini, C. R. (2003). Uma análise estrutural do conteúdo experimental de Eletromagnetismo nos Livros Didáticos de Física adotados para o ensino médio. Atas do IV Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Bauru, São Paulo. Recuperado de http://fep.if.usp.br/~profis/arquivos/ivenpec/Arquivos/Painel/PNL241.pdf.

Souza, E. L., & Garcia, N. M. D. (2013). Livros Didáticos de Ciências: a influência da cultura local sobre a escolha e uso por professores do Ensino Fundamental. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R1489-1.pdf.

Souza, M. C. M., & Almeida, S. A. (2013). O livro didático como instrumento para o desenvolvimento de um ensino de Ciências por investigação. In.: Atas do IXI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/ixenpec/atas/resumos/R0545-1.pdf.

Tatara, E., & Lisovski, L. A. (2011). Livro Didático de Ciências: processo de avaliação e escolha em um município do interior do Paraná. Atas do VIII Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R1194-2.pdf.

Tomaczski, J. P. et al. (2013). O que pensam os estudantes do Ensino Médio sobre o uso do livro didático de Física? Atas do XX Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF. 2013 – São Paulo. Ecuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xx/sys/resumos/T0716-1.pdf.

Trebien, D. C. B., & Garcia, N. M. D. (2012). Livros Didáticos de Física: a elaboração de instrumentos para sua avaliação e escolha. Atas do XIV Encontro de Pesquisa em Ensino de Física. Maresias. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/epef/xiv/sys/resumos/T0386-1.pdf.

Zambon, L. B. et al. (2011). Seleção e Utilização de Materiais Didáticos para o Ensino de Física. Atas do VIII Encontro de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC. Campinas. Recuperado de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R1096-2.pdf.

Zambon, L. B., & Terrazzan, E. A. (2012). Critérios para escolha de Livros Didáticos utilizados por professores de Física. Atas do XIV Encontro de Pesquisa em Ensino de Física. Maresias. Recuperado de http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/epef/xiv/sys/resumos/T0306-1.pdf.




DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2017v22n1p23

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License