O CONHECIMENTO BIOLÓGICO NOS DOCUMENTOS CURRICULARES NACIONAIS DO ENSINO MÉDIO: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-FILOSÓFICA A PARTIR DOS ESTATUTOS DA BIOLOGIA

Antônio Júnior Fernandes Nascimento, Daniele Cristina de Souza, Marcelo Carbone Carneiro

Resumo


São analisados os Documentos Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCNEM) no que diz respeito aos aspectos ontológicos, epistemológicos, histórico-sociais e conceituais da Biologia. Tal estudo visa trazer indicações e reflexões sobre a inserção da história e filosofia da Biologia para o ensino médio e também para a formação docente. Foi realizada uma análise dos PCNEM, PCNEM+ e das Orientações Curriculares, em seu conjunto, a partir de categorias estabelecidas. Os resultados indicam uma predominância da visão ontológica mecanicista sobre a Biologia. Epistemologicamente, embora uma questão reconhecida, o método científico é pouco discutido. A abordagem histórica e social da atividade científica e do conhecimento científico é reconhecida pelos documentos, porém predomina uma visão instrumental. Os aspectos conceituais são abrangentes e dão conta das teorias estruturantes da Biologia. Uma discussão filosófica sobre a Biologia é ausente nos parâmetros, indicando-se a necessidade da inserção de questões relacionadas às ideias de determinismo, acaso e teleologia.

Palavras-chave


história e filosofia da Biologia; currículo; ensino de Biologia

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License