A RESSIGNIFICAÇÃO DO CONCEITO DE TRANSFORMAÇÃO POR EDUCANDOS DO ENSINO MÉDIO

Michele Marcelo Silva Bortolai, Daisy de Brito Rezende

Resumo


O presente artigo é fruto de investigações em sala de aula cujos resultados fazem parte de uma Dissertação de Mestrado (Bortolai, 2010) que teve por objetivo relatar a ressignificação do conceito de transformação por estudantes do primeiro ano do Ensino Médio de uma escola da rede pública estadual situada na cidade de São Paulo. As atividades selecionadas para análise da ressignificação desse conceito foram aplicadas, a princípio, individualmente, seguindo-se uma etapa de discussão do grupo de alunos, em conjunto com a professora regente, para a elaboração de uma síntese coletiva, apontando para características mais específicas dos processos, antes e após a transformação. Em seguida, foram propostas outras duas atividades que tinham por objetivo constatar a ressignificação do conceito em estudo. Dessa forma, foram obtidos os dados para observação das fases de ordenação do pensamento, conforme proposto por Vigotski (2005). Notou-se que parte dos educandos necessitam de discussões mais amplas para modificar sua estrutura cognitiva, a fim de atingir o pensamento conceitual, através da mobilização de suas funções psíquicas superiores.

Palavras-chave


pensamento conceitual; transformação; cognição; atividades dialógicas

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License