ABORDAGENS DE SAÚDE EM UM LIVRO DIDÁTICO DE BIOLOGIA LARGAMENTE UTILIZADO NO ENSINO MÉDIO BRASILEIRO

Liziane Martins, Girlene Silva dos Santos, Charbel Niño El-Hani

Resumo


Diante da longa tradição da abordagem do tema da saúde no currículo escolar brasileiro, é importante investigar como ele é trabalhado nos livros didáticos, o principal recurso utilizado na maioria das escolas em nosso país. Em particular, mostra-se relevante verificar se este conteúdo é apresentado de forma a contribuir para o desenvolvimento dos estudantes como membros ativos e críticos da sociedade. Analisamos neste trabalho a abordagem de saúde no livro didático Biologia, de Laurence (2005), que foi o mais escolhido pelos professores entre os livros de Biologia distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio (PNLEM/2007). Foi utilizada a técnica da análise categorial, que consiste na decomposição dos textos em unidades de análise, as categorias, que foram construídas neste trabalho através de reagrupamentos analógicos, com base em critérios semânticos. Para investigar o enfoque dado à saúde, aplicamos uma matriz analítica às unidades de registro, que são frases, parágrafos e seções do livro que discutem conteúdos relacionados à saúde e à doença. Essa tabela sistematiza oito indicadores de saúde, buscando identificar três abordagens: biomédica, comportamental e socioecológica. Foram encontradas 267 unidades de registro no livro e, com base em sua análise, foi possível categorizá-lo como um livro em que predomina a abordagem biomédica. Nossos achados são compatíveis com outros estudos que apontam a prevalência dessa abordagem na educação brasileira e em livros didáticos brasileiros e internacionais. Outro achado importante do estudo foi o de que a abordagem comportamental não se sustenta, ao menos no livro analisado, como uma visão da saúde à parte das abordagens biomédica e socioecológica. Isso porque, quando o livro faz menção aos comportamentos e hábitos de vida associados à saúde, ele geralmente enfatiza dimensões biológicas, alinhando-se a uma abordagem biomédica, ou, mais raramente, discute a necessidade de mudanças de caráter sociopolítico, aproximando-se da abordagem socioecológica.

Palavras-chave


abordagens de saúde; livros didáticos; ensino de Biologia; ensino médio

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License