COVID-19 NO ÂMBITO DAS QUESTÕES SOCIOCIENTÍFICAS: MODELANDO A PROBLEMÁTICA E TRAÇANDO POSSIBILIDADES EDUCACIONAIS

Paulo Gabriel Franco dos Santos, Natália Cristine Carlos Costa, Ariel Lima Brito

Resumo


Diante do cenário atual de pandemia do coronavírus (Covid-19) pesquisadores dos mais variados segmentos das ciências têm se mobilizados para compreender a problemática, traçar estratégias de combate e supressão do contágio, bem como atenuar as consequências que, conforme experiência nacional e internacional, têm afetado drasticamente a vida da sociedade. Como professores, futuros professores e pesquisadores da área de ensino de ciências nos sentimos mobilizados a tratar a problemática a partir do ponto de vista das Questões Sociocientíficas (QSC). Dessa forma, este artigo busca delinear a problemática sob a perspectiva das QSC, definindo os aspectos controversos, e indicar possibilidades para o seu tratamento no âmbito escolar, evidenciando perspectivas formativas e metodológicas, entendendo este como um compromisso político e ético. Em tempos de crise, é fundamental mobilizarmos nossos conhecimentos em prol de seu entendimento, análise, crítica e superação.


Palavras-chave


Questões Sociocientíficas; Ensino de Ciências; Coronavírus (Covid-19)

Texto completo:

PDF

Referências


Antunes, M. N., Guimarães, M. C. S., Silva, C. H. da., & Rabaço, M. H. L. (2007). Monitoramento da informação na sociedade de risco: o caso da pandemia de gripe aviária. Informação & Sociedade.:Est., João Pessoa, 17(3), 131-141. Recuperado de https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/1272/1/monitoramento_informacao_sociedade.pdf

Barbosa, A. L. N. H., Costa, J. S., & Hecksher, M. (2020). Mercado de trabalho e pandemia da covid-19: Ampliação de desigualdades já existentes? Mercado de Trabalho: conjuntura e análise (IPEA), 69, 55-63. Recuperado de http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/10186

Beck, U. (2011). Sociedade de risco: Rumo a uma outra modernidade (2a ed.). São Paulo, SP: Editora 34.

Bencze, L., Pouliot, C., Pedretti, E., Simonneaux, L., Simonneaux, J., & Zeidler, D. (2020). SAQ, SSI and STSE education: defending and extending “science-in-context”. Cultural Studies of Science Education. 1-27. https://doi.org/10.1007/s11422-019-09962-7

Coelho, G. B. (2016). A ciência moderna e sua consolidação: é possível falar em crise social e epistemológica? Novos Rumos Sociológicos, 4(5), 263–283. http://dx.doi.org/10.15210/norus.v4i5.6768

Cross, R., & Price, R. (2002). Teaching Controversial Science for Social Responsibility: The case of Food Production. In: Roth, W., & Desautels, J. Science Education as/for sociopolitical action (pp. 99-123). New York: Peter Lang Publishing. Recuperado de https://www.jstor.org/stable/42977982

Delizoicov, D. (2001). Problemas e Problematizações. In: Pietrocola, M. (Org.). Ensino de Física: conteúdo, metodologia e epistemologia numa concepção integradora (pp. 125-150). Florianópolis, SC: UFSC.

Ferreira, F. B. L. (2016). Estado de bem-estar social na china: análise de sua tipologia a partir do sistema de proteção social na saúde pós-1980. (Monografia). Instituto de Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Recuperado de https://pantheon.ufrj.br/bitstream/11422/4908/1/Monografia%20Fabianna%20Bacil_Estado%20de%20Bem%20Estar%20Social%20na%20China-%20an%C3%A1lise%20de%20sua%20tipologia%20a%20partir%20do%20sistema%20de%20prote%C3%A7%C3%A3o%20social%20na%20sa%C3%BAde%20p%C3%B3s-1980.pdf

Gomes, S. F., Penna, J. C. B. O, & Arroio, A. (2020). Fake News Científicas: Percepção, Persuasão e Letramento. Ciência & Educação (Bauru), 26, e20018. https://doi.org/10.1590/1516-731320200018

Habermas, J. (2012). Teoria do Agir Comunicativo (Vols I e II). São Paulo, SP: Martins Fontes.

Lei n. 9.394 (1996, 20 de dezembro). Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, Diário Oficial de União. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm

Macedo, Y. M., Ornellas, J. L., & Bomfim, H. F. do. (2020). COVID – 19 no Brasil: o que se espera para população subalternizada? Revista Encantar: Educação, Cultura e Sociedade, 2(1), 01-10. Recuperado de http://www.revistas.uneb.br/index.php/encantar/article/view/8189/pdf

Martinez-Pérez, L. F. (2012). Questões sociocientíficas na prática docente: Ideologia, autonomia e formação de professores. São Paulo, SP: Unesp.

MEC - Ministério da Educação (2018). Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC. Recuperado de http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf

Ratcliffe, M., & Grace, M. (2003). Science education for citizenship: teaching socio-scientific issues. Philadelphia: Open University Press.

Santos, M. (2003). Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal (10a ed.). Rio de Janeiro, RJ: Record.

Santos, V. S. & Schneider, H. N. (2020). Mediações-lives e Aprendizagens Etnocenológicas por Jovens com os Dispositivos Digitais, durante a Pandemia da Covid-19. Revista Brasileira de Informática na Educação - RBIE, 28, 892-908. https://doi.org/10.5753/RBIE.2020.28.0.892

Santos, W. L. P. dos. (2007). Contextualização no ensino de ciências por meio de temas CTS em uma perspectiva crítica. Ciência & Ensino, 1, 1-12. Recuperado de http://143.0.234.106:3537/ojs/index.php/cienciaeensino/article/view/149/120

Saraiva, L. J. C. da., & Faria, J. F. de. (2019). A Ciência e a Mídia: A propagação de Fake News e sua relação com o movimento anti-vacina no Brasil. In anais do 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Computação. Belém, PA. Recuperado de http://portalintercom.org.br/anais/nacional2019/resumos/R14-1653-1.pdf

Sousa Júnior, J. H., Raasch, M., Soares, J. C., & Ribeiro, L. V. H. A. de S. (2020). Da desinformação ao caos: uma análise das fake news frente à pandemia do coronavírus (COVID-19) no Brasil. Cadernos de Prospecção, 13(2). Recuperado de https://cienciasmedicasbiologicas.ufba.br/index.php/nit/article/view/35978/20912

Sousa, P. S. de., & Gehlen, S. T. (2017). Questões Sociocientíficas no Ensino de Ciências: algumas características das pesquisas brasileiras. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), 19, 1-22. Recuperado de https://www.scielo.br/pdf/epec/v19/1983-2117-epec-19-e2569.pdf

Souza, K. R. de; Santos, G. B. dos; Rodrigues, A. M. dos S.; Felix, E. G.; Gomes, L.; Rocha, G. L. da; Conceição, R. do C. M.; Rocha, F. D. da, & Peixoto, R. B. (2021). Trabalho remoto, saúde docente e greve virtual em cenário de pandemia. Trabalho, Educação e Saúde, 19, 1-14. https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00309

WHO. World Health Organization. (2020). Coronavirus disease (COVID-19) advice for the public. Recuperado de https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public

WHO. World Health Organization. (2020). Country & Technical Guidance - Coronavirus disease (COVID-19). Recuperado de https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/technical-guidance

Zeidler, D., Herman, B. C., Sadler, T. D. (2019). New directions in socioscientific issues research. Disciplinary And Interdisciplinary Science Education Research, 11(1), 1-9, 28. Recuperado de https://diser.springeropen.com/articles/10.1186/s43031-019-0008-7




DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2021v26n1p127

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License