MODELOS EDUCACIONAIS EM 30 PESQUISAS SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS NOS ANOS INICIAIS DA ESCOLARIZAÇÃO

Rebeca Chiacchio Azevedo Fernandes, Jorge Megid Neto

Resumo


Buscou-se conhecer as características e tendências pedagógicas das práticas escolares propostas e implementadas em teses e dissertações direcionadas ao Ensino de Ciências nos anos iniciais do Ensino Fundamental no período de 1972 a 2005. Identificaram-se trinta trabalhos que foram analisados quanto ao método de ensino, recursos didáticos, relação professor-aluno, avaliação, referencial teórico e modelo educacional (tradicional, redescoberta, construtivista, tecnicista, CTS, sociocultural). Observou-se que o modelo construtivista foi predominante (63%), seguido do sociocultural (20%) e do modelo da redescoberta (10%) e que as práticas pedagógicas foram elaboradas pelos pesquisadores, aplicadas pelos professores e realizadas pelos alunos, acentuando uma relação hierárquica vertical entre universidade e escola. As práticas implementadas (nível de fato) na maioria das vezes se distanciam do que foi preconizado no discurso do pesquisador (nível de propósito). Observou-se ainda que os pesquisadores não encontram dificuldades em aplicar uma proposta pedagógica com características inovadoras, todavia provocar mudanças nas relações escolares e sociais e nas formas de avaliação constitui uma barreira de difícil transposição.

Palavras-chave


ensino de ciências; práticas pedagógicas; tendências pedagógicas; séries iniciais

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License