ANÁLISE DOCUMENTAL DA PRODUÇÃO ACADÊMICA BRASILEIRA SOBRE O ENSINO DE EVOLUÇÃO (1990-2010): CARACTERIZAÇÃO E PROPOSIÇÕES

Caio Samuel Franciscati da Silva, Jair Junior Lopes

Resumo


O crescimento quantitativo e qualitativo das pesquisas em Ensino de Ciências impõe a necessidade de mapeamentos periódicos da produção científica sobre o assunto, com vistas a identificar suas principais características e tendências. Neste contexto, as pesquisas do tipo “estado da arte”, dado ao seu caráter inventariante, constituem-se em modalidades de investigação que nos permitem traçar panoramas históricos para uma dada área (ou subárea) do conhecimento. Diante do exposto, este trabalho objetiva traçar o panorama da produção acadêmica brasileira, representada por dissertações e teses, em Ensino de Evolução durante o período de 1990-2010. Os documentos passíveis de análise foram levantados em três bases de dados online e sua seleção ocorreu por meio da leitura de títulos, resumos e palavras-chaves com vistas a identificar os documentos que verdadeiramente abordavam o Ensino de Evolução. Os resultados encontrados evidenciam a preponderância do número de dissertações em relação ao de teses e a concentração da produção acadêmica em Ensino de Evolução na região Sudeste do Brasil, especialmente no Estado de São Paulo. Em relação às tendências de pesquisas, verificamos a prevalência de investigações relativas às concepções prévias de alunos e docentes (em todos os níveis de ensino) e à formação de professores.

Palavras-chave


análise documental; ensino de Biologia; ensino de Evolução

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License