DEAR MR. CHARLES DARWIN... DEAR MR. FRITZ MÜLLER: DA CORRESPONDÊNCIA ENTRE O EVOLUCIONISTA E O NATURALISTA INDÍCIOS PARA CARACTERIZAR A ESCRITA NA CIÊNCIA E NO ENSINO DE CIÊNCIAS

Daniela Tomio, Suzani Casiani

Resumo


Caracterizar os papeis da escrita na produção e divulgação do conhecimento científico, a partir de uma análise da interlocução, por correspondência, entre Charles Darwin e Fritz Müller e, com isso, identificar indícios para problematizar o seu exercício nas aulas de Ciências na escola foi o objetivo dessa investigação. Para tal, realizamos a leitura, o exame do conteúdo de cartas trocadas entre o evolucionista e o naturalista – entre os anos de 1865 a 1882, a seleção de excertos e – com base em categorias do epistemólogo polonês Fleck – buscamos discutir algumas relações entre a prática da escrita pelo cientista com os objetivos dessa mesma prática para a apreensão, elaboração e comunicação de conhecimentos científicos pelo estudante, nas aulas de Ciências, na escola.

Palavras-chave


ensino de ciências; escrita; Fritz Müller; Charles Darwin; Fleck

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI) - ISSN: 1518-8795 

Creative Commons License