UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

INSTITUTO DE FÍSICA

MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA

Objetivo específico

Melhoria da qualificação profissional de Professores de Física do nível médio, e das Licenciaturas em Física ou afins, em plena atividade no sistema de ensino, em termos de conteúdos de Física, de aspectos teóricos, metodológicos, epistemológicos do ensino da Física, e do uso de novas tecnologias no ensino de Física.

População-alvo

  1. Professores de Física em exercício na educação básica (ensinos médio e fundamental).

  2. Professores de ensino superior que atuam nas Licenciaturas em Física ou afins.

Natureza e especificidades

O Mestrado Profissional em Ensino de Física tem caráter de preparação e qualificação profissional na área docente, focalizando o ensino, a aprendizagem, o currículo e o sistema escolar, sempre referenciado pela educação em Física. Está voltado, explicitamente, para a evolução e melhoria da educação em Física, seja pela ação direta em sala de aula, seja pela contribuição na solução de problemas educativos em Física, nos níveis médio e fundamental, e no nível superior na formação de professores de Licenciatura em Física ou área afim.

Este mestrado caracteriza-se também pela terminalidade - busca preparar o profissional para atuar na sala de aula e no sistema - e por altos padrões de produção didática na área da Física para o ensino médio. Distintamente do mestrado acadêmico em Ensino de Física, que não tem compromisso imediato com a sala de aula e tem o doutorado como continuação natural, o Mestrado Profissional em Ensino de Física visa diretamente a ação docente na sala de aula e no sistema escolar, sem comprometer o mestrando com a pesquisa acadêmica e com o doutorado.

Obviamente, o mestrando pode vir a fazer doutorado e tornar-se um pesquisador na área, mas este mestrado em ensino não busca prepará-lo para isso.

Por outro lado, a pesquisa acadêmica em Ensino de Física deve sempre permear o curso, principalmente através de projetos desenvolvidos por docentes integrantes do curso. A pesquisa dos mestrandos será preferentemente aplicada à sala de aula, enquanto a pesquisa dos docentes deve prover a necessária base teórica, metodológica e epistemológica dos mestrandos.

Critérios de admissão e seleção

Dá-se preferência a Licenciados em Física ou áreas afins em atividade (comprovada) na educação básica (ensino médio e fundamental) no Ensino da Física; em segunda prioridade ficam docentes, com formação em Física, atuando nas Licenciaturas.

Para a seleção o candidato deve observar o Edital de Seleção para Ingresso. Não haverá cobrança de mensalidade ou de taxas de matrículas; também, não está previsto qualquer tipo de auxílio financeiro. Assim, cabe ao candidato dispor de condições financeiras para realizar o curso com a dedicação necessária.

Inscrições

As inscrições devem ocorrer anualmente, em período a ser divulgado nesta página.

Áreas de concentração e linhas de pesquisa

O Mestrado Profissional em Ensino de Física tem áreas de concentração e linhas de pesquisa a seguir relacionadas.

Áreas de concentração:

Linhas de pesquisa:



Estrutura curricular

Disciplinas

O número total de créditos é 24, dos quais 20 em disciplinas obrigatórias, 2 no estágio supervisionado e 2 em disciplinas opcionais, segundo o Quadro 1.



Quadro 1: QUADRO CURRICULAR

Disciplina

Créditos

Status


Tópicos de Física Clássica I

4

Obrigatória

Redação Científica e Projetos de Desenvolvimento

2

Obrigatória

Teorias de Aprendizagem no Ens. de Física

2

Obrigatória

Tecnologias da Inform. e da Comunicação II

4

Obrigatória

Epistemologia no Ensino de Física

2

Obrigatória

Tópicos de Física Moderna e Contemporânea I

4

Obrigatória

Metodologia e Avaliação do Ensino de Física

2

Obrigatória

Estágio Supervisionado

2

Obrigatória

Tópicos de Astronomia e seu Ensino na Educ. Básica

2

Optativa

Tópicos de Física Clássica II

2

Optativa

Tópicos de Física Moderna e Contemporânea II

2

Optativa

Tecnologias da Informação e da Comunicação I

2

Optativa



Nas disciplinas obrigatórias de Tópicos de Física são abordados conteúdos de Física, visando tanto à complementação da formação do professor como o ensino de tais tópicos na educação básica. As disciplinas de  Tecnologias de informação e comunicação procuram instrumentalizar o professor no uso do computador e da Internet no Ensino da Física. Em Epistemologia aborda-se a construção do conhecimento em Física, enquanto que a disciplina de Teorias enfoca aspectos teóricos da aprendizagem e implicações metodológicas para o do Ensino da Física. A disciplina Metodologia e Avaliação aborda metodologias de avaliação de intervenções e os enfoques quantitativos, qualitativos e a pesquisa-ação na pesquisa educacional. Redação Científica objetiva preparar o estudante para escrever textos científicos. Tópicos de Astronomia (opcional) busca preparar o professor para abordar tópicos de Astronomia no ensino fundamental e médio. Na medida do possível, as disciplinas opcionais são oferecidas em horários não coincidentes, de modo a permitir que sejam cursadas por todos os estudantes que assim o desejarem, ainda que já tenham atingido o número mínimo de créditos requeridos. Todas essas disciplinas devem ser desenvolvidas de maneira integrada, evitando-se a compartimentalização.

Dissertação

A dissertação tem a forma de um trabalho final de pesquisa profissional aplicada, envolvendo desenvolvimento de processos ou produtos de natureza educacional em Física, visando a melhoria do Ensino de Física de tal forma que haja a possibilidade de ser utilizada por outros profissionais da área. Essa dissertação deverá ter caráter de aplicação de conhecimentos já produzidos pela pesquisa em Ensino de Física e gerar um produto educativo, disseminável, em Física.

Integralização curricular

Deve ocorrer dentro de, no mínimo, dois anos e de, no máximo, três anos, sem tirar o docente da sala de aula. Para isto, as disciplinas e atividades serão concentradas em um dia da semana de cada semana e em períodos intensivos em julho, janeiro e fevereiro. A orientação do trabalho de dissertação será feita parcialmente à distância e parcialmente em encontros na Universidade e em visitas ao local de trabalho do mestrando. Todas as atividades do mestrado serão organizadas e programadas de modo a viabilizar sua conclusão no prazo máximo de três anos, sem que o professor mestrando se dedique exclusivamente ao mestrado.

Local de funcionamento

Instituto de Física da UFRGS 
Campus do Vale 
Av. Bento Gonçalves, 9500 
Prédio: 43.124 
91.501-970 Porto Alegre - RS
Telefone para contato (à tarde): 51-33086431

E-mail de contato: ppgenfis@if.ufrgs.br

Dias de aulas presenciais

Segundas-feiras, iniciando às 8h30min e terminando às 17h30min.