UFRGS
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FÍSICA
Av. Bento Gonçalves, 9500, Caixa Postal 15051, 91501-970 - Porto Alegre, RS, BRASIL
Tel.: (+55)(51)3308-6435 - Fax: (+55)(51)3308-7286
 
Instituto de Física





Página Inicial
Inscrição e Seleção
Orientadores
Alunos
Disciplinas
Linhas de Pesquisa
Publicações
Teses e Dissertações
Regulamentação
CPG


CastellanoPortuguêsEnglish



e-mail: cpgfis@if.ufrgs.br


COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FÍSICA - UFRGS

RESOLUÇÃO 02/2009
(Substitui a Resolução 03/2007, compatibilizando-a com a Res. 01/2009)

(24/09/2009)


Regulamentação do credenciamento de Docentes


Os membros do corpo docente do PPGFís serão discriminados como Docentes Permanentes e Docentes Colaboradores, de acordo com as regras vigentes na UFRGS (Resolução 12/2007 do CEPE).

Para ser credenciado como Docente (Permanente ou Colaborador) do PPGFís, um docente ativo da UFRGS deve ser portador do título de Doutor e satisfazer as condições para atribuição de quota de orientação definidas na Resolução 01/2009.

Um pesquisador doutor não pertencente à UFRGS pode ser credenciado somente como Docente Colaborador. Para tal, além de satisfazer as condições para atribuição de quota de orientação referidas no item anterior, deve manter colaboração ativa com algum grupo de pesquisa do IF-UFRGS.

A permanência de qualquer pesquisador no corpo docente do PPGFís pode ser reavaliada se o mesmo deixar de cumprir os requisitos mínimos para manutenção de quota de orientação.

A habilitação de um docente como orientador de Doutorado e Mestrado ou somente de Mestrado será definida pela CPG, após análise do curriculum vitae do candidato.

Pesquisadores sem experiência anterior em orientação serão credenciados como orientadores de mestrado e terão sua quota inicial restrita a um estudante. O aumento dessa quota será analisado após a conclusão do primeiro mestrado.

Salvo casos excepcionais, a critério da CPG, o credenciamento de um pesquisador como orientador de doutorado só poderá ser feito depois do mesmo ter concluído a orientação de uma dissertação de mestrado. Pesquisadores recém credenciados como orientadores de doutorado terão sua quota inicial de orientações de doutorado restrita a um estudante. A análise de aumento dessa quota, quando houver solicitação nesse sentido, será feita após a realização do exame de qualificação ao doutorado do  primeiro estudante.

As regras acima não se aplicam a co-orientações específicas, que serão analisadas caso a caso. Em geral, tal modalidade caracteriza-se por um pesquisador não pertencente ao corpo docente do programa que co-orienta um determinado aluno, cujo orientador principal é um docente do programa. Também se enquadra como co-orientação específica uma proposta de co-orientação de doutorado se o docente é credenciado no programa para orientação de mestrado.

As solicitações de credenciamento devem ser acompanhadas do curriculum vitae (Plataforma Lattes) do candidato e serão analisadas em reunião pela CPG.