Redes Sociais

FacebookTwitterYoutubeGoogleYahooFeedWordpressLinkedin

Como mudar de curso? Sobre a transferência interna

Como mudar de curso? Sobre a transferência interna

 

Passo 1 – Certifique-se de que você quer mesmo mudar de curso

Muitas vezes o estudante que passa no vestibular tem problemas de adaptação com o curso escolhido, surgindo o desejo de mudar de curso. No caso do Instituto de Física, essa dúvida é muito comum, ainda mais pela vasta alternativa oferecida de cursos de graduação. São quatro ênfases de Bacharelado (Pesquisa Básica, Astrofísica, Física Computacional, e Materiais e Nanotecnologia), além das licenciaturas nos turnos diurno e noturno, e do curso de Engenharia Física. É normal surgir aquela dúvida: “Realmente estou no curso certo?”.

 

No caso de surgir essa dúvida, a orientação é procurar se informar. Dê uma boa olhada nos currículos dos outros cursos do Instituto de Física, veja as disciplinas que estão na grade curricular, compare com as do curso que você se encontra. Converse com estudantes dos outros cursos e professores do Instituto, pergunte sobre as diferenças. Procure ainda a secretaria acadêmica da Física, ou o Núcleo de Apoio ao estudante, vinculado a Secretaria de Assistência Estudantil, que fornece ajuda para orientação profissional e acadêmica. Saiba mais sobre o NAE acessando o link abaixo:

http://www.ufrgs.br/nae/

Toda a ajuda que você procurar para esclarecer suas dúvidas é bem-vinda. É importante ter a maior certeza possível se o caminho é mesmo trocar de curso.

Passo 2 – Alternativas para mudança de curso: Transferência Interna e Vestibular

 

No caso de você realmente querer trocar de curso, você tem basicamente duas alternativas. Uma é a transferência interna. A outra é o ingresso via vestibular. Recomenda-se tentar a transferência interna primeiro, pois com ela você pode aproveitar o vestibular já feito.

 

Transferência interna

A transferência interna é uma forma de mobilidade acadêmica mediante a qual o discente em curso de graduação desta Universidade poderá transferir-se para outro curso de graduação desta Universidade. Com esta forma de ingresso, você pode, por exemplo, migrar do curso de Física Computacional para Física Licenciatura Diurno. O estudante só pode pedir transferência interna quando houver vagas disponíveis no curso pretendido e quando entrar via vestibular, e só pode pedir esse recurso uma única vez. A transferência interna tem duas modalidades: Transferência Interna por Recálculo de Média do Vestibular e Transferência Interna por Processo Seletivo Unificado.

 

A transferência interna por Recálculo de Média do Vestibular será realizada sempre para ingresso no primeiro semestre letivo de cada ano. Já a Transferência Interna por Processo Seletivo Unificado será realizado sempre para ingresso no segundo semestre letivo de cada ano. As duas modalidades terão datas divulgadas no Calendário Acadêmico da UFRGS, divulgado em www.prograd.ufrgs.br.

Sábado, Novembro 29, 2014