Redes Sociais

FacebookTwitterYoutubeGoogleYahooFeedWordpressLinkedin

Colóquios realizados em 2005

Colóquios do Instituto de Física da UFRGS 2005


Informações Gerais

Os Colóquios do Instituto de Física da UFRGS são realizados no Anfiteatro Antônio Cabral (Campus do Vale, prédio 43135, sala O-201). Trata-se de um evento oficial e aberto ao público cujo objetivo é a divulgação da ciência, em particular, da física, bem como o fomento da discussão em torno de temas relevantes à comunidade científica.     

\n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ). Na medida do possível iremos disponibilizar as transparências dos colóquios no quadro geral dos colóquios. -->

CALENDÁRIO GERAL 2005


Asseguir apresentamos o quadro geral dos colóquios realizados e agendados para 2005.
DataPalestranteTítuloApresentação
05 de abril Dra. Maria Cristina Batoni Abdalla - IFT/UNESP Teorias Modernas de Espaço-Tempo Apresentação
19 de abril Comemoração da passagem dos 70 anos do Prof. Fernando C. Zawislak Ver Programação abaixo.  
3 de maio Dr. Carlos Henrique de Brito Cruz,
Diretor Científico FAPESP;
ex-Reitor UNICAMP
C&T no Brasil: a universidade, a empresa e a pesquisa.  
17 de maio Haverá comemoração ao dia da Física na quinta-feira dia 19 de maio. Dia da Física  
31 de maio Dr. Osvaldo Frederico Schilling - UFSC Máquinas Quase-Ideais: A revolução Supercondutora.  
14 de junho Dr. Alberto Santoro UERJ/Fermilab/CERN A GRID: Exponencializando o poder de cálculo Apresentação
28 de junho Dr. João Alziro Herz da Jornada - IF-UFRGS / Presidente INMETRO Metrologia: A conexão entre ciência e desenvolvimento Apresentação
12 de julho Dr. Ronaldo Mota - IF-UFSM -           Secretário SEED-MEC Universidade Aberta do Brasil: Educação à distância  

Próximo Colóquio


Colóquios Passados

Data/Local12 de julho de 2005, Anfiteatro Antônio Cabral, O-201, 16 horas

Palestrante Professor Dr. Ronaldo Mota, IF-UFSM - Secretário SEED-MEC

Título:  Universidade Aberta do Brasil: Educação à distância


Data/Local28 de junho de 2005, Anfiteatro Antônio Cabral, O-201, 16 horas

Palestrante Professor Dr. João Alziro Herz da Jornada, IF-UFRGS / Presidente INMETRO

Título:  Metrologia: A conexão entre ciência e desenvolvimento


Data/Local14 de junho de 2005, Anfiteatro Antônio Cabral, O-201, 16 horas

Palestrante Professor Dr. Alberto Santoro, UERJ/Fermilab/CERN

Título:  A GRID: Exponencializando o poder de cálculo

Resumo:  Apresentaremos o desenvolvimento da tecnologia GRID que está ganhando relevância mundial na medicina, na biotecnologia, etc., e que teve sua origem no tratamento por processamento paralelo de gigantesca quantidade de dados produzidos em experimentos de altas energias do CERN. A difusão desta tecnologia propõe e permite a democratização e considerável aumento do gerenciamento de dados e do poder de cálculo. Vamos particularizar mostrando a aplicação da tecnologia GRID no experimento CMS/LHC/CERN e apresentar seus pólos já desenvolvidos no Brasil. Os resultados experimentais estarão referidos à física de colisões próton-antipróton a 2. TeV no centro de massa no Tevatron do Fermilab através do experimento DZero.


Data/Local31 de maio de 2005, Anfiteatro Antônio Cabral, O-201, 16 horas

Palestrante Professor Dr. Osvaldo Frederico Schilling, UFSC.

Título:  Máquinas Ideais: A Revolução Supercondutora.

Resumo:  A idéia de que energia pode ser totalmente conservada num sistema físico feito pelo homem é considerada utópica, ficando então em aberto a questão sobre quão próximos desse comportamento ideal sistemas reais poderiam se comportar. Neste seminário discutiremos dois desses sistemas "quase-ideais". O primeiro deles, um oscilador eletromecânico, é constituído de uma espira supercondutora que levitaria sem atrito na presença de campos magnéticos, executando um movimento harmônico.
Correntes alternadas surgem na espira acompanhando o movimento, o que levanta a questão de como evitar perdas de energia por histerese no supercondutor. A maneira de reduzir tais perdas abaixo do nível de detecção é discutida em detalhes, assim como as formas de se evitar perdas de origem simplesmente resistiva. O segundo sistema a ser tratado é um gerador de corrente alternada supercondutor, baseado no oscilador, que explora a (quase) completa ausência de perdas resistivas ou histeréticas para converter (quase) integralmente energia mecânica em energia elétrica e produzir dezenas ou centenas de kilo Watts. O quanto tais máquinas se aproximariam na prática da conservação integral de energia seria função de investimento tecnológico, pois do ponto de vista teórico as perdas de energia seriam, em princípio, residuais.


Data/Local03 de maio de 2005, Anfiteatro Antônio Cabral, O-201, 16 horas

Palestrante Professor Dr. Carlos Henrique de Brito Cruz, Diretor Científico FAPESP, ex-Reitor UNICAMP

Título:  C&T no Brasil: a universidade, a empresa e a pesquisa.

Resumo:  Apresentaremos uma análise do Sistema de C&T brasileiro, destacando que nos últimos 50 anos o Brasil desenvolveu um competitivo sistema acadêmico de pesquisa, baseado em universidades públicas, pós-graduação qualificada e pesquisa qualificada em muitas áreas do conhecimento. O país formou mais de 8 mil doutores em 2003 e a produção científica em periódicos de circulação internacional tem sido crescente, tendo quintuplicado desde 1980. Entretanto esta capacidade acadêmica ainda não se reflete, em geral, em capacidade tecnológica na empresa, mesmo que haja alguns honrosos exemplos em contrário. O número de patentes que o país registra nos EUA é 35 vezes menor do que aquele registrado pela Coréia do Sul e apenas 23% dos cientistas brasileiros trabalham em empresas. Comentaremos algumas possíveis razões para esta disparidade, ao lado de propostas de correção desta situação, que levem a um aumento da utiliza&ccdeil;ão da excelente capacidade acadêmica existente.


19 de abril de 2005, Anfiteatro Antônio Cabral, O-201, 10 horas
Comemoração da passagem dos 70 anos do Prof. Fernando C. Zawislak

PROGRAMAÇÃO

10:00Abertura
 
Chairperson: Prof. Miguel Gusmão, IF-UFRGS
10:15 - 10:45 Prof. Darcy Dillenburg, IF-UFRGS
10:40 - 11:05 Prof. Sérgio Rezende, Presidente da FINEP
11:05 - 11:30 Prof. Eduardo Montenegro, PUCRJ
11:30 - 11:55 Prof. Israel Vargas, Ex-Ministro de C&T
12:00 - 14:00 Lunch
 
Chairperson: Prof. Israel Baumvol, UCS
14:00 - 14:25 Prof. José Carvalho Soares, Universidade de Lisboa, Portugal
14:25 - 14:50 Prof. Livio Amaral, SBF, IF-UFRGS
14:50 - 15:15 Prof. Fernando Lázaro Freire Jr., PUCRJ
15:15 - 15:30 Coffee break
 
Chairperson: Profa. Miriani Pastoriza, IF-UFRGS
15:30 - 15:55 Prof. Alberto Lopez Garcia, Universidade de La Plata, Argentina
15:55 - 16:20 Prof. Moni Behar, IF-UFRGS
16:20 - 16:45 Prof. Fernando C. Zawislak, IF-UFRGS
16:45 - 17:00 Encerramento: Prof. João E. Schmidt
17:00 - 19:00 Cocktail

Data/Local05 de abril de 2005, Anfiteatro Antônio Cabral, O-201, 16 horas

Palestrante Professora Dra. Maria Cristina Batoni Abdalla, Instituto de Física Teórica

Título:  Teorias Modernas de Espaço-Tempo.

Resumo:  O seminário aborda a evolução do conceito de espaço-tempo na Física Moderna revisitando três grandes conflitos:
1) O paradoxo entre as teorias de Maxwell e Newton tendo como solução a Relatividade Especial (1905) e a introdução do conceito geométrico do espaço-tempo (Minkowski - 1907).
2) O Embate entre a teoria gravitacional de Newton (transmissão instantânea da ação de forças) e a relatividade especial (a velocidade da luz é finita e demora um certo tempo para ser transmitida). A Solução é a Teoria da Relatividade Geral (1917).
3) O conflito entre a Mecânica Quântica e a Relatividade Geral, onde uma possível solução é a Teoria de (super) Cordas (década de 70).

ApresentaçãoDisponível no quadro do calendário geral
Segunda, Novembro 18, 2019